Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

População recusa pulverização

A população de algumas zonas no distrito da Maganja da Costa, não vê com bons olhos a campanha de pulverização contra o mosquito causador da malária que decorre a escala nacional.


É que naquele ponto da província e por causa da onda de criminalidade que vem assolando, a população diz que são os roceadores vem efectuar o seu trabalho de dia, mas na verdade estes vem fazer reconhecimento para depois, isto já anoite, virem roubar.

A directora dos Serviços Distritais de Saúde, Mulher e Acção Social naquele distrito, Emuna Lino Jamal, diz que não está sendo fácil encontrar saídas, porque a população mentalizou que os roceadores são ladrões.

Num outro passo, aquele dirigente diz que neste momento estão são sendo envidados esforços junto da liderança comunitária convista a inverter este cenário. A mesma fonte mostrou-se preocupada com o cenário, mas revelou que o problema é que a população mentalizou isso.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!