Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

População pede fixação de banco em Iapala

Há muito dinheiro que se esbanja ou vai para a posse dos amigos do alheio no posto administrativo de Iapala, distrito de Ribáuè, e para solucionarem esta preocupação as populações confrontaram o chefe de estado, Armando Guebuza, que, quarta-feira, escalou a localidade de Riane no âmbito da presidência aberta e inclusiva aquela província no sentido de interceder junto da banca comercial visando a instalação de um balcão.

As várias intervenções feitas no encontro popular que o chefe de estado orientou em Riane onde mostrou-se impressionado pelo trabalho que as populações executam, visando reduzir a incidência da pobreza focalizaram a necessidade da promoção de condições para estimular a melhoria da qualidade de vida que passa pela poupança das suas receitas diárias.

O posto administrativo de Iapala vem manifestando, há vários anos, o desejo de ter um balcão de um banco comercial para, no entender das suas populações viradas maioritariamente para as actividades agrárias, poupar os valores que colectam para investir em projectos que contribuam para a criação de pequenas empresas, sobretudo de agroprocessamento.

Iapala é um centro potencialmente agrícola onde se praticam culturas de rendimento, nomeadamente algodão, tabaco, gergelim, além de milho, feijões, incluíndo hortícolas de várias espécies.

A sua comercialização, que envolve empresas fomentadoras daquelas culturas bem como associações afins, mobiliza avultadas somas para aquela região montanhosa.

Celestino Pascoal, agricultor, queixou- se de ter sido vítima de assalto por várias ocasiões na cidade de Nampula, onde se desloca com frequência para efeitos de deposito de valores considerados resultantes da venda de tabaco, entre outras culturas que pratica, isto porque não tem outra alternativa para fazer poupanças por inexistência de um balcão em Iapala que fica próximo da sua zona de origem.

Eles ficam sempre posicionados nas paragens das viaturas que fazem o transporte de passageiros de Ribáuè a Nampula e a sua intenção é de roubar os valores que sabem, de antemão, que transportamos, usando a força.

Por isso, pedimos que a situação seja revertidasuplicou Celestino Pascoal apontou que existem em Iapala instalações que podem ser transformadas para instalação de um banco.

Em resposta, o Presidente da República prometeu fazer contactos junto ao empresariado no sentido de acolher a preocupação das populações de Iapala, tendo contudo precisado que o assunto vai merecer ponderação ao nível do governo central.

Entretanto, aconselhou as populações no sentido de investir as suas poupanças na construção de habitações melhoradas com recurso a material convencional, pois ela é um indicador de qualidade de vida.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!