Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

População de Locone exige melhorias sociais

A população de Locone, distrito de Nampula-Rapale, pede ao governo local a abertura de fontes de água convencionais, construção de salas de aulas e de uma unidade sanitária à base de material convencional com vista a minorar as dificuldades que enfrentam, há vários anos, afim de aceder àqueles serviços sociais básicos.

Locone é um povoado com cerca de cinco mil habitantes, os quais se dedicam com afinco à actividade agrária, nomeadamente agricultura e pecuária.

No entanto, tem sido muito prejudicada devido à escassez de água potável que é captada através de uma única fonte operacional neste momento, onde se criam filas longas para o efeito.

O povoado tem um posto de saúde onde está destacado um agente polivalente de saúde que, no entanto por se encontrar doente há meses, a população sente-se privada do benefício de assistência sanitária, facto que é agravado pela escassez de medicamentos.

Para realizar parto às mulheres grávidas não tem outra alternativa senão percorrer uma distância de certo modo considerável para alcançar o centro de saúde da vila sede de Rapale, onde existe uma maternidade.

Episódios de partos ao longo daquela trajectória são frequentes e as mulheres sentem-se desconfortadas por esse facto. A única escola em funcionamento é de construção à base de material precário que tem exigido muitos esforços na renovação da cobertura de capim.

O edifício exige igualmente manutenção permanente, facto que deixa agastados os pais e/ou encarregados de educação que exigem uma escola nova à base de material misto ou convencional.

Naquela região operam, neste momento, sete investidores nacionais no domínio da agricultura e pecuária, mas apenas um é que tem prestado assistência à população no âmbito da responsabilidade social.

Trata-se de António João Manuel que se mostra aberto a apoios às comunidades no sentido de suprir as dificuldades que experimentam no seu dia-a-dia. Contudo considera que a conjugação de esforços com o governo distrital pode propiciar efeitos positivos.

Avelino Alberto, líder comunitário de Locone, não tem deixado de manifestar a preocupação da população local nos encontros em que participa quando convocado pelo governo distrital para analisar a situação sócio-económica daquele povoado e não só.

Um membro sénior do governo de Nampula-Rapale assegurou à nossa reportagem que Locone está na linha das prioridades do executivo distrital no sentido de ampliar a rede escolar, sanitária e de abastecimento de água e na melhoraria da transitabilidade para assegurar a livre circulação dos investidores que garantem a comercialização dos excedentes dos camponeses.

Contudo, não avançou datas em relação ao início dos trabalhos para a abertura, sobretudo de fontes de abastecimento de água potável que, segundo ele, deve ser de carácter urgente na medida em que o risco de contaminação de doenças ligadas ao consumo de águas contaminadas é bastante elevado, sabido que as diarreias podem matar em curto espaço de tempo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!