Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Polícias agredidos por recolher cães vadios na Beira

Pelo menos nove agentes da Polícia Municipal da cidade da Beira foram agredidos por supostos proprietários de cães vadios que estão sendo alvo de uma campanha levada a cabo pelos Serviços municipais de Higiene e Salubridade. Os agentes contraíram ferimentos após serem apedrejados quando conduziam uma campanha do Conselho Municipal destinada a recolher cães vadios devido ao perigo que causam à saúde pública.

Entretanto, os proprietários dos cães não concordam com a medida do Município e têm usado força para impedir a actividades da Polícia Municipal, que foi integrada nestas campanhas para evitar qualquer reacção contrária a este trabalho. O vereador dos Serviços municipais de Higiene e Salubridade, Jeremias Liando, disse que a edilidade irá solicitar a colaboração da Polícia da República de Moçambique (PRM) para evitar ataques de agentes municipais por supostos proprietários de cães vadios. “Vamos pedir a intervenção da PRM porque mesmo com a Polícia Camarária somos atacados à pedrada e isso pode um dia levar à morte dos nossos agentes’’, disse Liando, citado pelo jornal Notícias.

Em Moçambique, a existência de cães vadios constitui uma das maiores preocupações das autoridades, devido ao seu impacto na saúde pública. Pelo menos 287 pessoas morreram em todo o país, nos últimos sete anos vítimas de raiva, uma doença provocada principalmente por mordeduras de cães infectados.

Na cidade da Beira, particularmente, os casos de ataques de pessoas por cães vadios estão a aumentar nos últimos dias, tendo se registado um total de 463 casos de mordedura de cães, contra 333 notificados em igual período do ano passado. Os casos do semestre passado resultaram em três mortos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!