Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Polícia da República de Moçambique Investiga proveniência de cerca de 670 mil USD

A Policia moçambicana (PRM) está a apurar a proveniência dos 669.900 dólares norte-americanos (cerca de 18 milhões de meticais) apreendidos na tarde da passada Quarta-feira, no Aeroporto Internacional do Maputo, na posse de dois indivíduos de nacionalidade paquistanesa.

Trata-se de M. Adnan, de 31 anos de idade, e M. Ahned (41 anos), residentes no bairro Central, na cidade de Maputo, e que, segundo eles, operam em Moçambique há mais de cinco anos na área da venda de viaturas usadas.

Ambos tinham como destino Dubai, nos Emiratos Árabes Unidos, onde iriam adquirir mercadoria. A dupla transportava esse montante organizado em maços e camuflado em diversas partes do corpo.

Segundo o porta-voz da PRM na cidade do Maputo, a capital moçambicana, Orlando Mudumane, a sua detenção foi possível graças a uma denúncia, seguida de uma aturada revista.

Os paquistaneses disseram à Polícia não ser a primeira vez que transportam somas elevadas nas mesmas condições para fora do país. Mudumane indicou que a Polícia está a investigar a proveniência do dinheiro e que se for lícito, segundo a fonte, ser-lhes-á devolvido, mas obrigados a pagar uma multa por inobservância das normas de transporte de altas somas de dinheiro.

O “Noticias” escreve, Sábado, que a Polícia vai instaurar um processo-crime contra eles e poderão responder em juízo pelos seus actos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!