Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Polícia apreende cocaína e detém supostos donos em Maputo

Pelo menos quatro quilogramas de cocaína foram confiscados pelas autoridades policiais, na semana passada, na capital moçambicana. Em conexão com o caso, 10 pessoas encontram-se privadas de liberdade, acusadas de consumo e comercialização de drogas.

Na operação desencadeada pela Polícia da República de Moçambique (PRM), numa residência no bairro da Mafalala, com vista a desencorajar o consumo, venda e tráfico de estupefacientes, foram igualmente apreendidos 3,3 gramas de cannabis sativa, vulgo suruma, 10 gramas de craque e oito telemóveis supostamente roubados.

O bairro da Mafalala é um dos mais conhecidos pelo consumo e venda de estupefacientes na capital do país. Orlando Modumane, porta-voz do Comando da PRM em Maputo, disse que se está no encalço de um casal alegadamente dono da casa onde os estupefacientes foram encontrados.

Suspeita-se que a referida residência servia de covil de consumidos e vendedores de drogas.

Os 10 detidos fazem parte de um total de 82 indivíduos encarcerados na semana finda por prática de diversos crimes.

Refira-se que, em 2016, foram apreendidos pelo menos 1.460 quilogramas de suruma, contra 5.030 do ano anterior, e detidas 504 cidadãos por tráfico e consumo ilícito de drogas, contra 309, em 2015, segundo Mouzinho Saíde, vice-ministro da Saúde e porta-voz do Governo nas sessões do Conselho de Ministros.

Ele disse, há dias, que no ano passado, cerca de 50 porcento das consultas médicas em psiquiatrias em Moçambique foram por causa do consumo abusivo de álcool.

“O consumo abusivo de álcool continua a ser a principal causa da procura por serviços de saúde mental”, disse o governante, sublinhando que em 2016 pelo menos 4.240 pessoas procuraram os serviços de saúde devido a perturbações mentais e outros comportamentos anómalos causados pela bebedeira, contra 7.030 casos registados em 2015.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!