Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

PNUD vai financiar projecto de aumento de renda e meios de subsistência

Com ênfase na promoção e apoio à criação e desenvolvimento de micro, pequenas e médias empresas a nível local, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) quer financiar em Moçambique um projecto de desenvolvimento económico local para aumentar rendimentos e meios de subsistência visando a redução da pobreza rural que graça o país.

O enfoque do programa centrar-se-á no desenvolvimento de acções de criação e aumento do acesso ao emprego decente que leva ao melhoramento do rendimento e de meios de subsistência dos jovens e das mulheres, “contribuindo, desta forma e de uma forma estratégica possível, para a redução da pobreza no país”, destaca o PNUD.

Dados, entretanto, revelados pelo Governo no seu balanço do desempenho económico e social de 2011, indicam que a pobreza de consumo medida pelo índice de incidência da pobreza situou-se em 55% da população moçambicana e que os indicadores de nutrição para crianças menores de cinco anos demonstram pouco progresso a nível nacional desde 2002.

Os resultados mostram que na esfera dos esforços de redução da pobreza no país, prevalecem desafios redobrados nas acções que devem ser realizadas para que a situação socioeconómica seja revertida, realçando que os efeitos da crise económica e financeira mundial têm um impacto determinante para a prevalência deste cenário, através da volatilidade de preços de alimentos e combustíveis que afectam directamente a vida do cidadão.

Lembra o Executivo que em 2011 foi elaborado o Plano de Acção para a Redução da Pobreza 2011-2014 direccionado para minimizar a situação geral da pobreza e da fome através da realização de acções para aumentar a produção e produtividade agrária e pesqueira, promoção do desenvolvimento humano e social e promoção do emprego.

No programa são perspectivadas acções que beneficiem de maior parte de recursos do Estado, tendo também sido aprovado o Programa Estratégico para a Redução da Pobreza Urbana, com a finalidade de direccionar os aspectos por detrás da prevalência da pobreza nas zonas urbanas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!