Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

https://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.html
ADVERTISEMENT

Plano de reflorestamento está em marcha em Nampula

A província de Nampula está a desenvolver um projecto visando, prioritariamente, o reflorestamento das regiões que sofreram a exploração intensiva dos seus recursos florestais para uso da madeira para diversos fins comerciais.

Segundo Imede Falume, chefe do departamento de florestas e fauna bravia na Direcção Provincial da Agricultura em Nampula, a iniciativa, denominada “Pequena Floresta”, abrange todos os 21 distritos de Nampula e consiste na criação, em toda a sua extensão territorial, de viveiros com o mínimo de dois hectares, para garantir a produção de plantas de espécies exóticas e nativas.

As plantas, que resultarão do processo de multiplicação em viveiros, serão distr ibuídas aos lideres comunitários para estes, por seu turno, as canalizarem aos membros para plantio nas respectivas comunidades.

Idêntico exercício será levado a cabo nas escolas existentes na província, e pelos operadores florestais licenciados que deverão integrar a actividade de reflorestamento no seu plano de maneio. ressadas deverão ser, igualmente abrangidas pela iniciativa. Imede Falume precisou que a distribuição regular das chuvas que caracteriza a época em Nampula é um dos factores que prenuncia o sucesso desta iniciativa.

O abate dos recursos florestais em Nampula para a extracção de madeira para diversos fins não constitui uma ameaça ao meio ambiente porquanto a sua quota anual de abate está situada, actualmente, em pouco mais de 40 mil metros cúbicos. No entanto, os actuais níveis de abate daquele recurso rondam os sete mil metros cúbicos anuais em todas as espécies, não obstante, porém, Imede Falume adverte que a província deverá estar prevenida para eventuais constrangimentos derivados de queimadas descontroladas, que podem, num momento para outro, devorar áreas consideráveis de florestas.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

error: Content is protected !!