Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Pescas: Moçambique atrai investimento mauriciano

O Governo moçambicano apresentou, terça-feira, em Maputo, as potencialidades de investimento no sector pesqueiro a um grupo de empresários das Maurícias, que se encontra no país.

Segundo o que foi apresentado, terça-feira, num encontro empresarial, existem oportunidades de investimentos na pesca da gamba, lagostim, caranguejo de mangal, cefalópodes, peixes demersais de profundidade, pequenos pelágicos, peixes do Lago Niassa e espécies ornamentais.

Na aquacultura existem potencialidades no camarão, algas, peixe, mexilhão e ostras, que podem ser cultivados nas províncias de Gaza e Inhambane, no sul, Sofala e Zambézia, no centro, e Nampula e Cabo Delgado, no norte. Ainda, existem potencialidades de investimento na indústria de processamento de pescado.

O Ministro das Pescas, Victor Borges, disse, na ocasião, que existem condições bastantes no país para o investimento mauriciano. “Seria desejável que investidores mauricianos considerassem Moçambique como um dos destinos preferenciais dos seus investimentos”, frisou. “Temos várias potencialidades de captura e aquacultura para oferecer aos investidores, como os pequenos pelágicos, como 80 mil toneladas de carapau sardinha que podem ser capturados ao longo de toda a costa, os demersais que ocorrem ao longo da costa, sobretudo no banco de Sofala que vai de Machanga a Mongicual, com 100 mil toneladas por capturar. Na aquacultura, temos 80 mil hectares ao longo da costa e 250 mil hectares ao nível do interior: os rios, lagos e lagoas do país” detalhou, sublinhando que “as oportunidades são várias e vamos ver onde há mais oportunidade para investir”.

Neste momento, as Maurícias têm um no pais volume de investimento avaliado em 283.9 milhões de dólares norteamericanos (USD). Ainda, estão a ser implementados 33 projectos nos sectores agrícola, de turismo, industria e recursos minerais nas províncias de Maputo, Gaza, Inhambane, Sofala, Zambézia, Tete, Nampula, Niassa e Cabo Delgado.

A delegação empresarial, chefiada pelo Ministro das Pescas das Maurícias, Louis Joseph Von Mally, encontra-se no país desde a última segunda-feira, com o objectivo de promover relações de cooperação económica entre os dois países e passar em revista o estagio da cooperação institucional a luz do memorando de entendimento celebrado em Março de 2002.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!