Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Governo tenciona aumentar exportação de pescado

O Governo moçambicano tenciona aumentar o volume de exportações de pescado nacional dos actuais 70 milhões de dólares para atingir 170 milhões nos próximos dez anos. Actualmente, a maioria das exportações de Moçambique são para os países da União Europeia, razão pela qual o governo pretende alcançar outros mercados.

Segundo o ministro das pescas, Victor Borges, o Executivo está a desenvolver uma série de acções com vista a aumentar a produção pesqueira no país, sobretudo através da atracção de mais investimentos. As exportações de pescado, neste momento, representam apenas quatro por cento das exportações globais nacionais, ocupando o quinto lugar na tabela dos principais produtos comercializados fora do país.

Este sector contribui para o Produto Interno Bruto com dois por cento. “Estes indicadores colocam um grande desafio para o sector, que é de assegurar o aumento da disponibilidade de pescado no mercado nacional e atingir uma maior contribuição para a balança de pagamentos” frisou o ministro.

Borges, que falava hoje em Maputo, durante um encontro de negócios com uma delegação empresarial das Maurícias, chefiada pelo seu homólogo daquele país, reconheceu que a produção pesqueira nacional está aquém do potencial existente no país.

A produção anual de pescado (pesca marítima e de águas interiores) ascende a 150 mil toneladas, o correspondente a 45 por cento do potencial, enquanto que na aquacultura, o país produz apenas 630 toneladas de um potencial de dois milhões de toneladas.“O sector das pescas continua a desempenhar um papel estratégico na segurança alimentar e nutricional, captação de divisas e geração de emprego. Na esfera económica, temos como principal desafio mobilizar os investimentos necessários para o aproveitamento do potencial pesqueiro e aquícola disponível no país” disse.

Refira-se que o Governo acaba de aprovar o Plano Director das Pescas para o período 2010-2019 que tem como objectivo imediato reforçar a contribuição do sector das pescas na melhoria da segurança alimentar e nutricional da população.

O referido plano também visa melhorar as condições de vida das comunidades de pescadores artesanais e aquacultores de pequena escala, aumentar a contribuição das pescarias e aquacultura para a realização dos objectivos de desenvolvimento económico e social, bem como incrementar a contribuição liquida do sector para um maior equilíbrio da balança de pagamentos do país.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!