Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Pergunta a Tina: tenho algumas borbulhas brancas meio amareladas por baixo da glande

Pergunta a Tina: sexo oral prejudica a saúde ou não?

Olá Tina, tenho um assunto muito pertinente relacionado com a minha saúde sexual, é que tenho algumas borbulhas brancas meio amareladas por baixo da glande após abrir o pénis. Não doem e nem criam pús. As mesmas, após um tempo, saem em forma sólida e meio fofo, com propriedades de arroz cozido deixando um buraquito muito pequeno no lugar que se assentavam e depois fecha-se. Já fiz tantas consultas e testes e sempre negativo, nada acusa… O que pode ser? Passe bem! Aguardando.

Olá, caro leitor. A descrição que fazes do teu problema, sugere que tens uma Infecção de Transmissão Sexual (ITS). E possivelmente, trata-se de uma ITS complicada, causada por um vírus, que se chama Herpes. Complicada porque, apesar de poder ser tratada e controlada, não tem cura ou vacina. Se se confirmar que é Herpes, deves preparar-te para enfrentar um problema que poderá incomodar-te por muito tempo, pois o vírus herpes permanece no corpo, não sendo eliminado pelo tratamento. Mas também pode não ser Herpes, pois a tua descrição nem sempre corresponde. Por exemplo, no Herpes típico, as borbulhas que referes costumam ser dolorosas, o que não é o teu caso.

Qualquer que seja o diagnóstico, a primeira coisa que precisas saber é que não deves ter relações sexuais enquanto essas borbulhas, também chamadas vesículas, não curarem por completo. Mesmo usando camisinha, não deves fazer sexo, pois os vírus podem estar presentes não só no pénis, mas em toda a área genital, sem provocar lesões ou sintomas, mas mesmo assim, podendo ser transmitidos à tua parceira. Portanto, a restrição deve ser absoluta. Se fizeres sexo, é quase certo que vais infectar a tua parceira, o que certamente não gostarias que acontecesse. Na fase aguda, o Herpes é altamente contagioso. E, mais grave ainda, se a tua parceira engravidar, pode transmitir a infecção ao feto.

A segunda recomendação é que não deves tocar nas lesões e principalmente, evitar contacto com os olhos (poderás desenvolver Herpes ocular). Se tocares nas lesões inadvertidamente, deves lavar as mãos imediatamente.

A terceira recomendação é que procures cuidados médicos rapidamente, para iniciares o respectivo tratamento. Quanto mais cedo melhor, pois o tratamento será mais efectivo e deixará de te incomodar. E passas a ser menos contagioso, para protecção da(s) tua(s) parceira(s).

A quarta recomendação é que tu e a tua parceira (mesmo que ela não tenha sinais ou sintomas) devem fazer o teste do VIH. As pessoas com imunodeficiência, como aqueles que têm o VIH, têm mais facilidade em apanhar Herpes.

A última recomendação é que deves habituar-te a usar sempre a camisinha quando fazes sexo. Assim, evitas passar a infecção à(s) tua(s) parceira(s) e evitas re-infectar-te ou apanhar outra ITS.

Tens que encarar isto como de importância fundamental, pois como já disse, o vírus não é eliminado pelo tratamento e permanece no corpo durante muitos anos.

Se quiseres conhecer melhor esta doença, podes consultar na Internet, onde há muitos sites que discutem este assunto, nomeadamente o seguinte: http://www.mdsaude.com/2012/03/herpes-genital.html Boa sorte!

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!