Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Pergunta à Tina: Eu e meu marido somos seropositivos e queremos ter um filho.

Pergunta a Tina: tranzámos sem camisinha

Oi Tina, tudo bem? Eu e meu marido somos seropositivos e queremos ter um filho. Podemos ter filhos e não estarem contaminado? Quanto tempo devo amamentar?

Olá querida! As tuas perguntas são muito importantes, “batem a cabeça” de muitas pessoas que descobrem que são seropositivas. Vamos começar pela primeira: em primeiro lugar tens que saber que as chances de uma mulher grávida contaminar a criança durante o parto é um facto, e acontece com aquelas mães que não sabem do seu estado, não estão informadas, e por isso não fazem o tratamento, as vezes mesmo com aquelas que fazem o tratamento!! A isso chama-se transmissão vertical. Entretanto, em Moçambique é recomendado em todos os hospitais, postos e centros de saúde fazer o teste do VIH as mulheres que vão ao pré-natal. Assim, quanto mais cedo a mulher inicia o seu pré-natal, mais cedo também poderá aderir ao programa de Prevenção da Transmissão Vertical (chamam de PTV). O médico ou outro agente de saúde vai informar a mulher quais são as suas opções de tratamento. O tratamento anti-retroviral é a única saída e pode ser feito durante a gravidez e parto (portanto, administrar ao bebé imediatamente após o nascimento).

Quanto a segunda pergunta: é aconselhável a uma mãe seropositiva que apenas alimente a sua criança com o leite materno, pois mesmo que este seja um fluido do corpo da mãe, e portanto esta contaminado com VIH, para a saúde da criança é muito melhor que o leite artificial. Esta amamentação terá que ser exclusiva durante os primeiros 6 meses, isto é, só mama, sem água, sem remédio tradicional, sem mais nada, só mama. Eu aconselho que te aproximes ao hospital ou centro de saúde mais próximo que ofereça serviços de Prevenção da Transmissão Vertical. Em todos estes serviços, as enfermeiras e activistas tem a obrigação de providenciar informação clara e aconselhar os pais da criança a fazer a escolha mais apropriada. Não tenhas medo, o VIH é uma síndrome crónica como qualquer outro, e tens como encontrar ajuda.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!