Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Pequenos partidos sem fiscais em Boane

Alguns partidos políticos e coligações concorrentes tiveram dificuldades para contratar delegados de lista para fiscalizar o processo de votação e apuramento nas eleições gerais e provinciais de quarta-feira. Com efeito, numa ronda feita pela AIM em algumas assembleias de voto ao nível do distrito de Boane, foi possível constatar que apenas a Frelimo e a Renamo estavam representadas em todas as mesas, enquanto o Movimento Democrático de Moçambique (MDM) se fazia representar em algumas.

Os outros partidos concorrentes não se fizeram sentir ao nível de delegados de lista. Entretanto, o processo de votação no distrito de Boane foi descrito como tendo decorrido sem sobressaltos. Esta tendência foi confirmada pelos membros das mesas de assembleia de voto e alguns delegados de lista. Contrariamente ao que aconteceu em Boane, na Matola, o maior círculo eleitoral da província de Maputo, houve muita preocupação dos partidos políticos em colocar seus fiscais em todas as assembleias de voto.

Em ocasiões anteriores, muitos dos pequenos partidos também não conseguiram contratar fiscais, ou seja, delegados de lista, por motivos de vária ordem, de entre os quais a falta de capacidade de os subsidiar. Fora dessa questão, o processo de votação, sobretudo na vila sede de Boane, onde AIM teve a oportunidade de acompanhar ao longo da tarde e parte da noite de quarta-feira, foi caracterizado por um ambiente calmo e de tranquilidade, embora nas primeiras horas, segundo alguns entrevistados, houvesse desorganização em algumas bichas, devido a pressa de querer votar o mais cedo possível para poder ter tempo para outros afazeres quotidianos.

Porem, no final da tarde, muitas das mesas estavam desertas, contrastando com o cenário registado ao longo da manha em que se apresentavam com longas bichas. Aliás, o hábito de as pessoas esperarem para a última hora em ocasiões desta natureza pouco se fez sentir, não obstante um e outro não tenha votado por ter chegado depois do fecho das urnas, mas foram situações isoladas. Com pouco mais de 54.5 mil eleitores, o distrito de Boane vai eleger sete membros das assembleias provinciais.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!