Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Penas pesadas para quatro acusados de sequestro na Beira

O Tribunal Judicial da Província de Sofala, centro de Moçambique, aplicou duras penas a quatro réus por envolvimento em dois sequestros entre 2014 e 2015 na cidade da Beira. O juiz condenou os réus com penas que entre dez e 22 anos de prisão.

O grupo pedia entre 800 mil meticais (16 mil euros) e 2,5 milhões de meticais (53 mil euros) aos familiares de dois menores sequestrados respectivamente em Fevereiro de 2014 e em Janeiro de 2015.

A quantia exigida pelos supostos sequestradores foi usada posteriormente para a construção de mansões e aquisição de viaturas, o que também contribuiu para identificação dos membros do grupo.

Segundo o jornal Diário de Moçambique, os réus, ao aperceberem-se de que estavam sob vigilância policial, ainda venderam os bens como forma de evitar suspeitas, mas mesmo assim acabaram presos.

Uma das vítimas, segundo a acusação, foi aliciada através da rede social Facebook por um dos elementos do grupo, que usava um nome falso, propondo um encontro.

Apenas um dos acusados admitiu os crimes, tendo os restantes negado o seu envolvimento e ainda referido que o confessor sofria de perturbações mentais, o que, segundo o tribunal, não ficou provado.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!