Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Partidos políticos querem mais protagonismo no país

Os partidos políticos de Moçambique pretendem criar um fórum de diálogo que lhes permita ter uma maior intervenção na esfera política e social do país pois entendem que, neste momento, a sua voz não é devidamente ouvida por estarem a actuar de forma isolada.

A iniciativa foi apresentada na sexta-feira (05), em Maputo, pelo secretário-geral do Movimento Democrático de Moçambique (MDM), Luís Boavida, durante um debate que juntou diversas forças políticas que pretendiam reflectir e buscar soluções para a tensão política que se vive no País.

Na altura, Boavida disse que o referido fórum deverá ter um regimento específico próprio que indica a sua natureza, o seu modo de funcionamento e sua composição.

Para o representante do MDM, os partidos políticos estão a ser muito ignorados, até pela comunicação social. “É mais fácil ver organizações não necessariamente políticas a darem a sua opinião em relação aos acontecimentos do país que ouvir a posição de um partido político.”

“Existe uma série de organizações que aparecem em blocos e conseguem posicionar-se em relação aos acontecimentos do país e muitas vezes nós, os partidos políticos, ficamos de fora,” explicou Boavida durante a apresentação da ideia.

A iniciativa do MDM foi colhida pela maioria dos partidos que, entretanto, entendem que o seu sucesso depende primeiramente do esclarecimento das razões que levaram ao fracasso de outros fóruns de diálogo que no passado foram criados com o mesmo objectivo.

Raul Domingo, presidente do Partido para Democracia e Desenvolvimento (PDD), intervindo na altura, disse que o primeiro passo para se concretizar este objectivo é o entendimento da necessidade de os partidos políticos encontrarem uma solução conjunta para os problemas que afligem a todos.

Com esta plataforma de diálogo, que se pretende seja permanente, os partidos políticos querem fazer-se ouvir no cenário político do País.

Entretanto, alguns representantes de algumas forças política são menos optimistas em relação à iniciativa. É o caso dos presidentes dos partidos PASOMO e Ecologista, que defendem que ao invés de se criar outro fórum, devia-se apostar na revitalização dos que já existem.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!