Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Os 5 candidatos esperam vitória na cidade da Beira

Lourenço Bulha (Frelimo), Manuel Pereira (Renamo), Daviz Simango (Independente), Chico Romão (PDD) e Filipe Alfredo (GDB) exerceram o seu direito de voto e aproveitaram a ocasião para expressassem a sua vontade de ver reflectido nos resultados finais a sua expectativa de vencer.

O candidato da Frelimo, Lourenço Bulha votou às 7.30 horas, na EPC da Ponta-Gêa, período que coincidiu com o candidato independente à sua própria sucessão, Daviz Simango, na EPC das Palmeiras. Chico Romão do Partido Para Paz, Democracia e Desenvolvimento (PDD) votou às 8 horas, na EPC Agostinho Neto, Manuel Pereira (da Renamo) as 8.15 na mesma escola e Filipe Alfredo (do GDB) às 9 horas na Escola Primária 1º de Maio, na Manga.

Depois de cumprir com o dever cívico, os cinco candidatos disseram a jornalistas esperar vitória nestas eleições. Aliás, desde o primeiro dia de campanha, esta foi a tónica dos discursos de todos os concorrentes à presidência do município da Beira.

Por exemplo, Lourenço Bulha disse ter votado no seu partido e nele próprio “a adesão que se verifica foi graças à mobilização que nós fizemos. Estou confiante na vitória porque caso contrário teria desistido da corrida”.

Para Chico Romão, do PDD, a satisfação por ter votado é maior: “As expectativas são boas porque o rumo que eu criei ao longo da campanha espelha um resultado positivo para estas eleições”.

Por sua vez, Manuel Pereira, da Renamo, que também votou nas primeiras horas na Escola Primária Completa Agostinho Neto, em contacto com os órgãos de comunicação social disse sentir-se relaxado e encorajado na vitória tomando em conta a afluência do eleitorado durante o processo da sua campanha eleitoral. “Vamos aguardar com serenidade os resultados. Isto é como um jogo de futebol em que cada um vai ao campo com a esperança de ganhar”.

Entretanto, Daviz Simango e Filipe Alfredo disseram que também estão satisfeitos e esperam vitória nestas eleições.

O governador de Sofala, Alberto Vaquina, também exerceu ontem o seu direito na Escola Primária Completa Eduardo Mondlane, tendo afirmado que votar é fazer aposta na pessoa que melhor servirá a cidade da Beira.

O dia foi caracterizado por muita movimentação nos locais de votação, havendo até pessoas que foram marcar as filas por volta das 5 horas, de modo a evitar se posicionar em último lugar. A avalanche de pessoas foi a causa da aparente desorganização observada em muitas mesas de votação em quase toda a cidade da Beira, com relatos de pessoas que chegaram a permanecer horas a fio nas filas sem ser atendidas, outras ainda por falta de uma orientação clara sobre o local onde deveriam votar, chegando a confundir as mesas.

Esta situação embaraçou sobre maneira muitas pessoas, sobretudo na Escola Primária Completa Agostinho Neto, onde devido às enchentes, houve vandalização de portas e vidros das janelas na entrada principal daquele estabelecimento do ensino.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!