Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Orquestra Filarmónica toca pela primeira vez em Moçambique

Orquestra Filarmónica toca pela primeira vez em Moçambique

A Orquestra Filarmónica do Kwazulu Natal, da Àfrica do Sul, sob a batuta do Maestro italiano Giogio Croci encantou a pequena assistência que se fez presente na segunda noite da sexta edição do Festival de Música de Maputo que decorre até ao dia 5 de Junho.

A ópera que abriu o espectáculo no Cine Teatro Gilberto Mendes, em Maputo, “O barbeiro de Sevilha”, de Gioacchino Rossini, estreou em 1816 em Roma e é uma das Óperas mais conhecidas e mais executadas de todos os tempos.

A soprano francesa Manon Strauss Evrard com o seu belíssimo timbre intérpretou algumas óperas líricas com destaque para “La Traviata” de Giuseppe Verdi e “Romeu e Julieta – “Je veux vivre”” de Charles Gounod.

A Orquestra Filarmónica KwaZulu-Natal, criada a cerca de três décadas, é uma das maiores de Àfrica e trouxe para Maputo mais de 50 músicos proveniêntes um pouco de todo mundo – desde sul africanos, norte americanos, russos, passando por búlgaros, noruegueses, alemães, italianos e ingleses.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!