Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Organizações definem estratégias da sustentabilidade energética em Moçambique

Fácil acesso à energia para a população, a redução da taxa de operacionalização no mercado energético nacional, a criação de benefícios para as empresas que trabalham com as energias renováveis e a coordenação das políticas, são algumas estratégias definidas, esta sexta-feira (18), na cidade de Maputo, pelo Fórum de Energia e Desenvolvimento Sustentável de Moçambique (FEDESMO) e parceiros.

O porta-voz do Workshop, Carlos Meirinhos, disse que estas estratégias vão, entre outros ganhos, garantir que mais pessoas tenham acesso às energias renováveis e façam um uso sustentável capaz de contribuir para a redução da pobreza no país.

No contexto deste desiderato, o FEDESMO vai elaborar um plano nacional de energias para ser submetido às Nações Unidas até Setembro do corrente ano, segundo Meirinhos. Acrescentou que o referido o plano terá uma implementação faseada até 2030 a partir do momento em que for aprovado.

Enquanto isso, os 52 países membros do FEDESMO deverão assegurar que mais da metade da população local tenha fácil acesso à energia renovável e sustentável na melhoria de suas vidas e do ambiente.

Participaram do Workshop organizações da sociedade civil nacional e internacional, pessoas singulares que lidam com as energias renováveis, dentre outros.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!