Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Número de atropelamentos preocupa polícia moçambicana

A Polícia moçambicana (PRM) manifesta a sua preocupação com a prevalência de acidentes de viação, do tipo atropelamento carro-peão, na cidade de Maputo, onde continuam a ceifar muitas vidas e provocar muitos feridos.

Falando no habitual briefing da polícia à imprensa, o porta-voz da PRM ao nível da cidade de Maputo, Orlando Mudumane, disse que só na semana passada foram reportados 21 acidentes, dos quais 14 foram do tipo atropelamento carro-peão, que resultaram na morte de cinco pessoas e ferimento de outras nove.

“As cinco pessoas que morreram durante a semana, todas elas, foram vítimas de acidentes de viação do tipo carro peão”, disse o porta-voz da PRM, que de seguida revelou que pelo menos 28 pessoas contraíram ferimentos, das quais 17 em estado grave.

Outros acidentes registados durante o mesmo período incluem quatro do tipo choque entre carros, dois despistes e capotamento e uma queda de passageiro.

“Como se pode ver pelos dados trata-se de acidentes que tiram as vidas e mutilam pessoas, muitas vezes em situações que podiam ser evitadas. Por isso, continuamos apelar as pessoas, sobretudo os automobilistas, para tentar mitigar os acidentes de viação”, disse Mudumane.

O porta-voz explica que a maioria dos acidentes dos atropelamentos deve-se a erros de ambas as partes, peões e automobilistas. No mesmo período, a Polícia de Trânsito (PT) fiscalizou 4.016 viaturas, das quais 31 foram apreendidas por diversas irregularidades. A PT também emitiu 1.453 avisos de multas aos automobilistas por várias irregularidades, tendo surpreendido 30 a conduzir sob efeito de álcool.

Sobre o movimento migratório, Mudumane disse que as autoridades policiais interditaram a entrada de 13 cidadãos estrangeiros no Aeroporto Internacional de Maputo, dos quais nove por falta de clareza quanto ao objectivo de vinda a Moçambique, local de hospedagem e meios de subsistência.

Num outro desenvolvimento, Mudumane disse que a PRM deteve, durante a semana passada 67 indivíduos por prática de diversos actos criminais, dentre os quais, 44 contra propriedade, 19 contra pessoas e quatro contra ordem e tranquilidade públicas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!