Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Novo presidente mexicano pede apoio de rivais para reformas

O presidente eleito do México, Enrique Peña Nieto, pediu, esta Quarta-feira (11), aos seus rivais para apoiarem reformas que ele irá propor depois da posse e encarregou os colaboradores próximos de negociarem acordos antes de nomear uma equipe de transição.

O Partido Revolucionário Institucional (PRI, de Peña) não terá maioria absoluta no Congresso que toma posse a 1 de Setembro, mesmo levando em conta os votos do Partido Verde, seu aliado.

Peña já disse que apresentará uma reforma fiscal para elevar a arrecadação tributária, uma das menores da América Latina, e outra para permitir a injecção de capital privado na estatal petroleira Pemex.

“O mandato cidadão claramente estabelece contrapesos … Serei respeitoso com a visão e o aporte que façam outras forças políticas”, disse Peña em nota à imprensa. “É o momento de concordar, não de impor, de construir, não de obstruir”, acrescentou.

O presidente eleito nomeou o seu ex-chefe de campanha Luis Videgaray como coordenador de políticas públicas dentro da sua equipe de colaboradores.

Miguel Osorio Chong, ex-governador do Estado de Hidalgo, foi nomeado como coordenador de diálogo político, e o senador Jesús Murillo foi encarregado de defender na Justiça eleitoral a vitória do PRI nas eleições presidenciais, que foram consideradas fraudulentas pelo candidato derrotado Andrés Manuel López Obrador.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!