Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Nova Agência das Nações unidas vai promover igualdade do género

A Organização das Nações Unidas (ONU) está mais fortalecida com a criação de uma nova agência virada à promoção da igualdade de género e ao empoderamento da mulher. O novo organismo designado, UN Women (ONU Mulheres) que iniciou as suas actividades a 01 de Janeiro de 2011, foi criado pelos Estados membros em Julho de 2010, tendo em Setembro do mesmo ano sido nomeada a antiga Presidente do Chile, Michelle Bachelet, como a primeira directora executiva desta instituição.

A UN Women congrega quatro agências das Nações Unidas dedicadas à questão de género, nomeadamente, o Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher, (UNIFEM), o Escritório do Assessor Especial para Assuntos de Género (OSAGI), a Divisão para o Avanço da Mulher DAWI e o Instituto de Treinamento e Pesquisa para o Avanço da Mulher (INSTRAW).

Segundo um comunicado do Fundo das Nações Unidas para a População, hoje recebido pela AIM, entre as quatro agências que constituem a UN Women, o UNIFEM é a única que tem presença física em Moçambique. Desta forma, o escritório do UNIFEM passa a ser UN Women.

A representante da UN Women em Moçambique, Adélia Branco, considera a criação desta nova entidade como um grande avanço que assinala a importância da questão de género e do empoderamento da mulher para as Nações Unidas.

“Esperamos, nesta nova era, fortalecer o nosso apoio ao governo e à sociedade civil nas áreas referentes à mulher. Para isso, continuaremos a trabalhar juntamente com todas as outras agências das Nações Unidas no sentido de aumentar a eficiência e a eficácia do nosso apoio,” frisou.

A Coordenadora Residente Interina das Nações Unidas em Moçambique e Representante do FNUAP, Patrícia Guzman, diz que a criação desta nova entidade vai reforçar o trabalho das Nações Unidas e contribuir para o incremento do apoio técnico ao Governo e à Sociedade Civil nos esforços para atingir a equidade e igualdade de género em Moçambique.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!