Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Nobel da Paz para Obama não foi prematuro, diz Comitê Nobel

O Comitê Nobel norueguês, que esta sexta-feira concedeu o Prêmio da Paz ao presidente americano, Barack Obama, menos de nove meses após sua posse, rejeitou as críticas segundo as quais o prêmio foi prematuro. “Queremos destacar que ele já provocou mudanças significativas”, afirmou Geir Lundestad, secretário do Comitê Nobel, à AFP, citando avanços nas relações multilaterais, o desarmamento e a luta contra a mudança climática como exemplos das conquistas obtidas por Obama.

“Naturalmente temos a esperança de que haverá muitas mudanças concretas no decorrer dos anos, mas pensamos que seria bom fortalecê-lo o máximo que podemos em suas lutas por seus ideais”, acrescentou o influente secretário.

O líder anticomunista polonês e Nobel da Paz em 1983 Lech Walesa disse nesta sexta-feira que achava cedo demais conceder o prêmio a Obama. “Quem? Obama? Muito rápido. Ele não teve tempo de fazer nada até agora”, declarou aos jornalistas em Varsóvia.

O diretor do Comitê Nobel Norueguês, Thorbjoern Jagland, rejeitou as críticas em entrevista à imprensa após o anúncio do prêmio. “Se vocês olharem a história do Prêmio Nobel da Paz, muitas vezes o concedemos para tentar realizar o que muitas personalidades estavam tentando fazer”, disse.

Jagland mencionou o chanceler da Alemanha ocidental Willy Brandt, premiado com o Prêmio Nobel da Paz em 1971 por sua Ostpolitik, como um exemplo, assim como Mikhail Gorbachov, o último líder soviético a receber o Nobel da Paz em 1990, pouco antes do fim da Guerra Fria.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!