Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

NBA finais: Lakers aproveita falhas do Celtic e vence fora de casa

NBA finais: Lakers aproveita falhas do Celtic e vence fora de casa

O início do jogo deu a impressão de que seria feita a alegria da claque verde que esgotou o TD Garden, em Boston. Mas Ray Allen não brilhou como no jogo 2, e Kevin Garnett, que finalmente resolveu jogar na final, sozinho, não foi suficiente. Foi um jogo de muitos erros e marcação forte, valeu o talento de Kobe Bryant e Derek Fisher. Com no marcador de 91 a 84, o Los Angeles Lakers venceram pela segunda vez na série contra o Boston Celtics e recuperaram a vantagem nas finais da NBA. As duas equipes voltam a jogar esta quinta, madrugada de sexta em Maputo, novamente em Boston.

O melhor marcador da partida foi Kobe Bryant, com 29 pontos, sete ressaltos e quatro assistências. Além dele, Derek Fisher, com 16 pontos e grande atuação, principalmente no último quarto, foi o destaque da equipa de Los Angeles. Pelos Celtics, Garnett foi a estrela cintilante, com 25 pontos. A grande decepção foi Ray Allen, que errou tudo o que tentou e marcou apenas dois pontos no jogo.

Os Boston Celtic começaram o jogo 3 como se fosse o último da final. Melhor dizendo, Kevin Garnett começou assim. Como se quisesse dar uma resposta aos críticos, que arrasaram suas atuações dos play offs até aqui, o ala-pivô marcou os seis primeiros pontos do jogo a favor do Boston Celtics. Do outro lado, os Lakers entraram mornos, dormindo no garrafão.

Os jogadores de Los Angeles não conseguiam vencer uma no setor. Em duas jogadas seguidas, Rajon Rondo aproveitou-se disso e abriu uma vantagem de 12 a 5 para os Celtics. Aos poucos, porém, os Lakers conseguiram equilibrar o jogo e logo tomaram a dianteira do placar: 18 a 16.

Ao contrário do que havia acontecido no jogo 2 da decisão, Ray Allen passava longe de fazer uma boa partida. Assim como Paul Pierce. Faltando dois minutos para o fim do primeiro tempo, os dois não haviam feito nenhum ponto.

Pierce, então, conseguiu desencantar, mas os Lakers foram para o intervalo com 52 a 40. No terceiro quarto, a diferença no placar chegou a ser de 17 pontos para a equipa de Los Angeles. No entanto, incentivados pelo “pilhado” Rajon Rondo e pela claque, que passou a gritar ainda mais pela equipe, os Celtics cresceram.

A partir daí, os jogadores do Boston começaram a encaixar a marcação e tiveram mais eficiência no ataque. Tony Allen e Glen Davis também entraram muito bem na partida, e a diferença chegou a cair para apenas quatro pontos, mas os Lakers conseguiram ir para o último quarto com 67 a 61.

No quarto final, o Boston manteve a pressão e foi para cima dos visitantes. Uma bandeja de Rondo, entre Pau Gasol e Kobe Bryant, fez com que a diferença diminuísse para um ponto e Phil Jackson pedisse tempo. Os Lakers, porém, acalmaram-se e conseguiram controlar os nervos.

Com Derek Fisher inspirado, a equipa voltou a ter o comando do jogo e, então, fechou o jogo em 91 a 84 para voltar a ter vantagem na série.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!