Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Nave da SpaceX cai no mar depois de ser aprovada no voo experimental

A cápsula não-tripulada Dragon, pertencente à empresa Space Exploration Technologies (ou SpaceX), caiu, Quinta-feira, no oceano Pacífico, completando a primeira viagem duma nave particular à Estação Espacial Internacional.

Com o auxílio de três paraquedas, a cápsula em formato de sino encerrou os seus nove dias de viagem caindo 900 quilómetros a oeste da península da Baixa Califórnia (México), às 12h42.

“Tudo transcorreu maravilhosamente até agora”, disse Josh Byerly, comentarista de missões da Nasa.

Os EUA não têm transporte espacial próprio desde que os seus autocarros espaciais foram aposentados, ano passado.

Com isso, as naves russas Soyuz, usadas principalmente para o transporte de tripulantes, e com pouco espaço para carga, tornaram-se os únicos veículos capazes de voarem para a Estação e retornarem à Terra.

Em vez de construir e operar naves governamentais, a Nasa está a investir em empresas como a SpaceX, com a meta de comprar espaço para cargas e futuramente tripulantes em veículos comerciais, o que é uma alternativa bem mais barata.

O teste bem sucedido deve dar sinal verde para que a SpaceX comece a preparar os 12 voos de carga previstos num contrato de 1,6 bilião de dólares com a Nasa. Uma segunda nave cargueira, construída pela Orbital Sciences Corp, deve estrear este ano.

O contrato da Orbital com a Nasa é no valor de 1,9 bilhão de dólares. Na operação da Quinta-feira, os astronautas separaram a cápsula Dragon da sua baía de atracação às 5h07, usando um guindaste de 17,7 metros, e a liberaram às 6h49.

A Estação paira 420 quilómetros acima do planeta, e se desloca a mais de 28 mil quilómetros por hora. Em Dezembro de 2010, durante um voo-teste anterior, a SpaceX recolheu com sucesso uma cápsula Dragon em órbita.

“Já fizemos isso uma vez, mas é uma fase muito desafiadora do voo”, disse John Couluris, diretor de missão da SpaceX, aos jornalistas, Quarta-feira. Ele disse que o sucesso na aproximação e atracação da cápsula à Estação já fazem a missão ser considerada bem sucedida.

Os Barcos do Corpo de Marines dos EUA estavam de prontidão no mar para recolher a cápsula e levá-la a Los Angeles numa viagem de dois ou três dias. Em seguida, a nave será transferida para uma instalação da SpaceX no Texas.

O próximo teste para a empresa será entregar equipamentos da Estação para a Nasa num máximo de 48 horas, simulando a pressa necessária quando a Dragon iniciar os seus voos regulares e precisar trazer preciosas amostras científicas para a Terra.

O resto da carga que chegou da estação, num total de 590 quilos, deve ser entregue à agência espacial do governo em duas semanas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!