Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Nampula vai produzir fertilizantes agrícolas

A província de Nampula perspectiva produzir, a médio termo, fertilizantes agrícolas que, numa primeira fase, vão garantir o abastecimento do mercado interno e, posteriormente, para exportação.

E, segundo dados em nosso poder, o investidor já solicitou ao governo de Nacala-Porto uma parcela para a implantação da fábrica e outros serviços.

O preponente do projecto, de capitais mistos, está, neste momento, a desenvolver esforços no sentido de conseguir a certificação da sua empresa junto do Gabinete das Zonas Económicas de Desenvolvimento Acelerado (GAZEDA) em Nacala, condição para beneficiar de incentivos fiscais previstos para empreendimentos na referida zona.

De acordo com Mendes Tomo, director dos serviços de Actividade Económica em Nacala já foi identificada uma área estimada em 700 hectares.

A concessão da referida parcela depende da formalização pelo investidor junto das autoridades competentes da sua intenção de instalar a fábrica naquele ponto de Nampula. A implantação de uma fábrica de fertilizantes agrícolas na província de Nampula vai constituir uma mais valia para a região norte.

Pois que, com a utilização daquele insumo em resposta aos apelos do governo nesse sentido, os produtores vão atingir volumes substanciais de colheitas e aumentar a disponibilidade de alimentos com impacto na sua renda.

A delegada do centro de promoção da agricultura em Nampula, Cepagri, Ana Jamisse, disse que a instituição que dirige vai garantir todo o apoio necessário no sentido do investidor concretizar o seu sonho, acrescentando que um dos obstáculos para a implantação da fabrica já foi removido, porquanto a disponibilidade de terra em Nacala começa a reduzir devido ao numero elevado de pedidos que são endereçados as autoridades locais.

Refira-se que a Vale Moçambique vai iniciar em meados do próximo ano a exploração e comercialização de fosfatos, matéria prima para o fabrico de fertilizantes agrícolas.

Aquele gigante brasileiro no domínio da indústria extractiva possui licença de prospecção e exploração de fosfatos nos jazigos descobertos em Evati, distrito de Monapo, onde se espera criar oportunidade de emprego para mais de duas centenas de pessoas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!