Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Nampula: CDM e FIPAG disponibilizam água para 10 mil pessoas

Perto de 10 mil residentes dos bairros Natiquiri, Murrapaniua e Mutauanha, na cidade de Nampula, no norte de Moçambique, dispõem de água canalizada, desde a o princípio desta semana, no âmbito de um projecto orçado em quatro milhões de meticais, desenvolvido pelo Fundo de Investimento e Património de Abastecimento de Água (FIPAG), em parceria com a empresa Cervejas de Moçambique (CDM).

Para a concretização desta iniciativa, que tem por objectivo facilitar o acesso da água potável à população, através da isenção de taxas de ligação domiciliária, a CDM contribuiu para a compra de materiais de ligação, entre outros acessórios.

No âmbito desta iniciativa, foram realizadas duas mil ligações, que na última terça-feira foram formalmente entregues a igual número de famílias beneficiárias, numa cerimónia pública ocorrida no posto administrativo de Natiquiri, na cidade de Nampula.

A AIM apurou que estas ligações tiveram lugar no prosseguimento da iniciativa do FIPAG denominada “Uma Família, Uma Ligação”, que perspectiva o alcance de uma cobertura de abastecimento de água nas zonas urbanas de 70 por cento até 2014.

Intervindo na ocasião, o administrador da CDM, José Moreira, disse que a estratégia da Cervejas de Moçambique não se restringe apenas ao mercado, mas também às comunidades onde está inserida.

“A CDM sinaliza o seu compromisso com o Desenvolvimento Sustentável, não só com a criação de infra-estruturas próprias, com a criação de postos de trabalho, associada a um modelo de gestão participativa, como também participa na auscultação pública das comunidades onde está inserida, para em conjunto desenhar e realizar uma estratégia que tenha como suporte o seu “Social Business”, disse.

Morreira disse esperar que com este projecto “as comunidades abrangidas façam o uso da água de uma forma sustentável, valorizem este recurso, que a CDM coloca à disposição, permitindo, assim, que as mulheres deixem de percorrer longas distâncias para obter um bidon de água, ocupando-se em outras actividades de carácter familiar, apoiando as nossas crianças, que são o futuro do nosso País, a dedicarem-se ao estudo”.

Por seu turno, o governador da província de Nampula, Felismino Tocoli, referiu que o Plano Quinquenal do Governo 2010-2014 assume o abastecimento de água potável às populações como uma das grandes prioridades na criação de condições para o bem-estar das mesmas, preconizando que, até 2014, 70 por cento da população urbana deve ter acesso à água a partir de uma fonte segura.

“Na cidade de Nampula, com cerca de 554 mil habitantes, o serviço de abastecimento de água abrange cerca de 357 mil pessoas, representando 64 por cento de cobertura, o que mostra que ainda temos um caminho a percorrer para que, em 2014, alcancemos a meta estabelecida”, indicou Felismino Tocoli, ajuntando que “o projecto ora concretizado só foi possível graças às boas relações entre o Governo e o sector privado, neste caso a Cervejas de Moçambique”.

Para além do governador da província de Nampula, participaram na concorrida cerimónia membros do governo local, quadros seniores da CDM, do FIPAG, para além dos representantes da autoridade tradicional.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!