Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mutemba visita obras de estradas

O Ministro das Obras Públicas e Habitação, Cadmiel Mutemba, iniciou, hoje, uma visita de trabalho de cinco dias à província de Inhambane, Sul de Moçambique.

A província de Inhambane possui parte considerável dos troços mais degradados da Estrada Nacional Número Um (EN1) na região Sul do país, que inclui os troços (Xai-Xai-Chissibuca e Massinga- Nhachengue), perfazendo cerca de 160 quilómetros. Ambos os troços encontram-se extremamente degradados, sobretudo o de Massinga-Nhachengue, cuja transitabilidade e’ precária devido a existência de buracos com mais de 15 centímetros de profundidade em alguns pontos da via. As obras de reabilitação deste troço, que deveriam ter iniciado durante o mandato do governo anterior, terminado em 2009.

Recentemente, as foram adjudicadas ao empreiteiro português Mota-Engil, mas o trabalho está a um ritmo muito lento devido a persistência de chuvas nesta fase do ano. Enquanto isso, as obras do troço Xai- Xai-Chissibuca, com uma extensão de 96 quilómetros, encontram-se numa fase adiantada, sendo possível passar pelo tapete asfaltado em algumas zonas. As obras, iniciadas no ano passado pelo empreiteiro chinês CHICO (China Henan International Coorporative Group- CO), poderão terminar no próximo ano.

Segundo um comunicado de imprensa do Ministério das Obras Públicas e Habitação (MOPH), durante a sua estada na província de Inhambane, Mutemba irá visitar estas duas infra-estruturas, além das obras de reabilitação das estradas Maxixe Homoíne e Homoíne-Panda. Igualmente, o governante “vai visitar os Sistemas de Abastecimento de Água às cidades da Maxixe e de Inhambane que acabam de ser reabilitados e ampliados”, refere o documento.

Outras obras a serem visitadas por Mutemba são os pequenos sistemas de abastecimento de água de Morrumbene, Panda e Inharrime, todos em Inhambane, que serão reabilitados a partir do corrente ano. Mutemba faz-se acompanhar por vários quadros de diversas instituições subordinadas ao seu ministério.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!