Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Municípios de Maputo e Matola negoceiam crédito dos TPM

Os municípios de Maputo e Matola estão, neste momento, a negociar com os Bancos a forma como vai ser feita a transferência dos créditos que tinham sido concedidos à extinta empresa Transportes Públicos de Maputo-TPM, disse, Quarta-feira, o Presidente do Conselho Municipal de Maputo, David Simango.

A empresa TPM foi extinta através de um decreto do Conselho de Ministros, iniciando-se um período de 45 dias de transição, o que quer dizer que, em princípio, em Setembro próximo, os municípios de Maputo e Matola vão passar a fazer a gestão da empresa.

“Neste momento estamos a aperfeiçoar os instrumentos de transição, isto é, estamos a verificar os mapas dos recursos humanos, financeiros e materiais, estes últimos em termos de meios circulantes”, frisou o edil de Maputo.

Refira-se que este trabalho já tinha sido feito, mas, recentemente, chegaram novos autocarros, pelo que se tornou necessário actualizar os dados referentes aos meios circulantes existentes na extinta empresa.

Simango realçou que “estamos a tratar disso, ao mesmo tempo que estamos a negociar com os Bancos, dado que a empresa TPM tinha créditos bancários, discutindo como vai ser feita a transferência, uma vez extinta a empresa TPM”.

“Na verdade, o que se pretende é saber como é que os compromissos que a empresa tinha assumido com os bancos passam para os municípios de Maputo e Matola. Em termos do passivo, também estamos a discutir o que está acertado com o Governo”, explicou Simango realçou ainda que o Governo vai assumir grande parte do passivo da extinta TPM, ou seja, as dívidas que a empresa tem com os diferentes bancos da praça.

Segundo dados oficiais, entre 2005 e 2010, a empresa Transportes Públicos de Maputo operou em moldes financeiros deficitários, tendo acumulado, neste período, uma dívida de 275 milhões de meticais.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!