Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Município quer eliminar oficinas nos passeios

O Município de Maputo (CMCM) diz que vai eliminar todas as oficinas instaladas na via pública, particularmente nos passeios, e que dificultam a circulação de peões. Trata-se de um fenómeno antigo, mas que foi se agravando ao longo dos anos sob o olhar indiferente das autoridades municipais.

Actualmente, quase todos os passeios dos bairros da cidade (nas zonas comercial e residencial) estão transformados ou em oficina, banca de venda de produtos diversos, ou mesmo em parque de estacionamento de viaturas. A transformação de passeios em oficinas de reparação de viaturas é mais notória nos arredores da cidade.

Um comunicado do pelouro de Transporte e Trânsito do CMCM refere que esta medida visa disciplinar a circulação e estacionamento de veículos automóveis, uma forma de fazer face ao crescimento do parque automóvel em Moçambique, particularmente na capital do país. Além da eliminação de oficinas, a decisão da edilidade de Maputo inclui a retirada, da via pública e dos passeios, todos os veículos avariados e que se encontram estacionados por uma período acima de uma semana.

“Retirar os reboques e semireboques e veículos de tracção manual (vulgo “txova xitaduma”) e similares que se encontram estacionados na via pública ou nos passeios por um período superior a uma semana, retirar toda a frota que usa como local de recolha a via pública ou passeios”, refere o comunicado do Município. “Apela-se aos munícipes para colaborarem enviando denúncias para o número do Piquete da Polícia Municipal 828586230 ou contactar a Administração dos Distritos Municipais e Secretários de Bairro”, acrescenta a fonte.

Recorde-se desde há anos que o Município não consegue retirar os vendedores informais que desenvolvem as suas actividades de forma desordenada nos passeios da cidade, situação mais dramática na zona baixa da cidade de Maputo e noutros bairros arredores. O pelouro municipal de Mercados e Feiras tentou, sem sucesso, eliminar estes comerciantes durante todo o mandato do então Presidente do Município, Eneas Comiche, terminado ano passado.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!