Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mundial/2010: Africa do Sul garante ecrãs gigantes

A Africa do Sul e seus parceiros que participam na organização do Campeonato Mundial de Futebol, a ter lugar naquele país vizinho, garantiram a montagem em Moçambique de centros de assistência colectiva do Campeonato Mundial-2010, montando ecrãs gigantes em diversos pontos do pais.

Segundo o Alto-comissário da Africa do Sul em Moçambique, Dikgang Moopeloa, a iniciativa visa garantir que maior parte dos moçambicanos possam assistir o evento. Falou na terça-feira, em Maputo, durante uma conferência de imprensa que serviu para dar o ponto de situação sobre os preparativos do Mundial-2010, Moopeloa revelou que a iniciativa pertence ao governo sul-africano que conta com a parceria FNB – Moçambique, entidade responsável pela venda de bilhetes, Inter Car Kia Motors e da Coca-Cola – Moçambique, tendo o director Geral desta ultima empresa anunciado a chegada, a Moçambique, do troféu do Mundial para ser exibido publicamente sábado e segunda-feira.

“Recordar que em 2008, a Federação Internacional de Futebol (FIFA) cedeu a Coca-Cola os direitos para transportar o troféu do mundial, em digressão pelos países de Africa para ser exibido publicamente”, disse Moopeloa, que aproveitou a ocasião para manifestar o apoio do seu país a selecção nacional moçambicana “os Mambas”, que em Janeiro participa na fase final do Campeonato Africano de Futebol (CAN- 2010), em Angola. No âmbito dos preparativos da festa do futebol, Moopeloa, disse que o governo da Africa do Sul, país que organiza o evento em representação de toda a Africa, achou correcto que sejam os Estados vizinhos a tirar mais benefícios desta competição, daí o lançamento, no dia 27 de Novembro, em Maputo, do que chamou de “Sexta-feira Oficial de Futebol”.

O segundo evento a ser realizado neste âmbito terá lugar no dia 4 de Dezembro próximo, na Africa do Sul, data em que terá lugar o sorteio final do Mundial, onde as 32 selecções nacionais participantes no evento saberão o seu emparceiramento e os locais onde estarão baseadas. “Pretendemos que os moçambicanos façam parte dos cerca de quatro biliões de pessoas que se espera que venham a assistir este sorteio a ter lugar na cidade sul-africana de Cape Town e esperamos que as ligações com as zonas de assistência colectiva sejam feitas ao vivo”, destacou o diplomata sul-africano.

Nestas iniciativas que tem como pano de fundo divulgar os acontecimentos referentes ao mundial de futebol, além de actividades informativas sobre o decurso dos preparativos, inclui a realização de eventos culturais envolvendo artistas sulafricanos e moçambicanos para além da divulgação de oportunidades turísticas.

Por sua vez, o administrador delegado da FNB-Moçambique, Warren Adams, disse que a empresa de que faz parte está a realizar uma campanha de marketing cujo primeiro sorteio permitiu que 10 clientes daquela empresa ganhassem 10 bilhetes, estando em preparação a realização de mais quatro iniciativas do género para disponibilizar 38 direitos de entrada. Vanessa Vasconcelos, da Inter Car Kia Motors, disse que esta empresa se associa ao evento através de doação de bilhetes de ingresso para o mundial e do sorteio para a atribuição de uma viatura, numa campanha a ter lugar nos princípios do próximo ano (ano do mundial).

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!