Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Moza Banco prepara fundo para agroindustria

O Moza Banco, a mais nova instituição financeira criada em Moçambique, está a preparar um fundo agro-industrial, ao mesmo tempo que avalia as oportunidades de intervir no sector de biocombustíveis. Estas informações foram reveladas à AIM pelo Presidente do Conselho de Administração do Moza Banco, Prakash Ratilal, que, sem avançar detalhes, sublinhou que a criação deste fundo é uma prioridade. De referir que alguns dos grandes constrangimentos do sector agrícola em Moçambique estão relacionados com o acesso a financiamento para a aquisição de meios para a produção e processamento.

“Estamos a trabalhar na criação de um fundo de agro-indústria para financiar o sector agrícola. Este é um projecto prioritário para nós e a ser concretizado será bom para as empresas e vai poder ajudar as empresas a entrarem para o mercado de forma competitiva”, disse. O Moza Banco é propriedade da empresa Moçambique Capital (Moza Capital) e Geocapital, do empresário de Macau, Stanley Ho, e Ferro Ribeiro, com 51 e 49 por cento, respectivamente.

De referir que a Moza Capital intermediou uma operação de financiamento à Sociedade de Gestão Integrada de Recursos, SARL (SOGIR) pela Eximbank da China, no valor de cinco milhões de dólares norte-americanos. Os cinco milhões foram utilizados para a importação de maquinaria e utensílios para o desenvolvimento agroindustrial no Vale do Zambeze, área com um das melhores condições agroclimáticas de Moçambique e da África Austral. No que refere ao Projecto de biocombustíveis, Ratilal não avançou detalhes, tendo apenas sublinhado que “não é fácil, porque trabalhamos na área de investimento e é preciso preparar muito bem para que o projecto tenha sucessos”.

O Moza Banco foi inaugurado em Junho do ano passado com um capital inicial de 15 milhões de dólares. O mesmo dedica-se a todas transacções permitidas na banca moçambicana, dando ênfase ao “corporate” e ao “investment banking”. Este ano, esta instituição financeira espera obter lucros de dois milhões de dólares, bem como projecta para 2010 a abertura de uma filial em Nampula e uma agência em Nacala.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!