Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Morreu humorista Ndundrucomdundru

Morreu na manhã de sábado o humorista e músico moçambicano Ndundrucomdundru, nome artístico de Aníbal Aleluia Júnior, vítima de complicações cardiovasculares.

O humorista, filho do falecido escritor Aníbal Aleluia, perdeu a vida no Hospital Central do Maputo onde se encontrava internado há cerca de dois meses. Entretanto, nos últimos dias Ndundrucomdundru vinha registando melhorias no seu estado de saúde, facto que levou os médicos a marcarem alta para sábado, justamente no dia em que perdeu a vida.

Animador cultural, Aníbal Aleluia Júnior iniciou a sua carreira artística na Escola Primária 7 de Setembro, onde liderava o grupo cultural daquele estabelecimento de ensino primário. Depois passou para o grupo cultural da Organização da Juventude Moçambicana (OJM), que actuava no Clube da Juventude, e mais tarde juntou-se à Organização Continuadores de Moçambique. Aníbal continuou a fazer trabalhos como animador cultural, tendo, de seguida, passado para a Rádio Moçambique, onde integrou a equipa de humoristas que produzia o programa “O riso não paga imposto”.

Ao lado de Tchakwatika Ndzero, Ringue-Ringue, Nando Matebule, Vulandjane, Maria Espinhosa (jornalista Rosa Langa), Ndundrucomdundru desenvolveu muito a sua veia humorística e os seus dotes musicais, chegando mesmo, por via do seu profissionalismo, a fazer os guiões dos actores. Aníbal Aleluia Júnior, que deixa três filhas, chegou a gravar cinco temas musicais e tinha o projecto de lançar o disco “Linha de Comboio”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!