Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Moçambique potência na SADC em centros de investigação científica

Moçambique poderá ser potência, até 2025, a nível da África Austral, em termos de centros de investigação científica, estando prevista para dentro de dois anos a conclusão do primeiro em obras na localidade de Maluane, distrito da Manhiça, Sul do país.

A sua construção arrancou em 2008 e está avaliada em cerca de um bilião de dólares norte-americanos desembolsados em forma de financiamento pelo Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), segundo soube o Correio da manhã de Benedict Kunene, responsável pelo sector de Desenvolvimento Social daquela instituição financeira africana.

Os restantes centros de investigação serão erguidos ao longo dos próximos 15 anos nas províncias de Nampula, Sofala e Zambézia, de acordo com Constantino Sotomane, director nacional de Infra-Estruturas e Sistemas de Informação do Ministério da Ciência e Tecnologia, falando esta quarta-feira, em Maputo, no quadro de uma visita de trabalho de Kunene a Moçambique.

O projecto de montagem daquele tipo de infra-estruturas “vai colocar Moçambique com um dos principais centros de desenvolvimento da Biotecnologia, Hidrografia, Produção Agrícola e Transferência de Tecnologias diversas para beneficiarem Moçambique e os restantes países da África Austral”, salientou Sotomane.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!