Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Moçambique poderá ter duas novas fábricas de têxteis

Duas novas fábricas de têxteis poderão ser construídas nas zonas económicas especiais de Beluluane, província de Maputo, e Nacala (Nampula), a partir de 2014, segundo informações do Centro de Promoção de Investimentos (CPI).

Com a viabilização dos novos empreendimentos deverá aumentar para 22 o número de fábricas de produtos têxteis activas no país, de acordo com o CPI, sem, no entanto, indicar os montantes que deverão ser aplicados para a viabilização dos projectos.

Apesar do aumento de unidades produtivas de têxteis, Moçambique continua longe das cerca de 80 infra-estruturas que existiam até os anos 90, do século 20, acrescenta o CPI, ajuntando que a maioria das fábricas activas funcionam “abaixo das suas capacidades” devido aos elevados custos de mão-de-obra e de matérias-primas.

O sector têxtil nacional foi também afectado pela maior procura de roupa usada importada, a partir dos anos 90, levando ao encerramento das fábricas e despedimento de milhares de trabalhadores, explica a instituição.

Entretanto, deverá decorrer, no segundo semestre de 2013, um debate nacional envolvendo Governo e sector privado com vista à procura de “soluções conducentes à rápida revitalização do sector têxtil moçambicano”, salienta aquela instituição estatal.

 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!