Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Moçambique poderá exportar caprino para Europa

A província de Tete, centro de Moçambique, poderá, em breve, começar a exportar caprinos (em bruto) para o mercado europeu, segundo revelou o director provincial da Indústria e Comércio de Tete, José Gero, citado pela agencia noticiosa Macauhub.

Gero disse que no decurso das edições de 2008 e 2009 da Feira Internacional de Maputo (FACIM), empresas de alguns países europeus manifestaram interesse em adquirir alguns dos animais, embora “até à data ainda não houve negociações formais”. As estatísticas da província indicam que a população de cabritos quase duplica a do número de habitantes da região (1,8 milhões), o que leva Tete a ser classificada como o maior produtor de caprinos de Moçambique. José Gero admitiu que o vizinho Botswana está neste momento a exportar, de forma informal, os caprinos de Tete que saem de forma informal) para a Europa.

O Botswana, a África do Sul e o Zimbabwe já manifestaram interesse em importar a pele do cabrito, para alimentar as indústrias de calçado, mas o animal “só poderá ser exportado em bruto por falta de fábricas de curtumes em Moçambique”, informou a fonte.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!