Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Hospital Provincial de Maputo pronto em oito meses

As obras de construção do Hospital Provincial de Maputo, a localizar-se na cidade da Matola, no sul de Moçambique, estão a bom ritmo e deverão terminar dentro de oito meses. A previsão inicial era que o Hospital estivesse a funcionar a partir de meados deste ano.

O lançamento da primeira pedra para a construção desta que se pretende venha a ser a maior unidade sanitária do género construída em Moçambique desde a independência nacional, proclamada em 1975, foi a 10 de Outubro de 2008. A oito meses do término das obras, a Direcção Províncial de Saúde de Maputo já trabalha no preenchimento do Quadro de Pessoal para o Hospital Provincial da Matola.

De acordo com Directora Provincial da Saúde, Cremilde Anli, citada pela Televisão pública, TVM, já foram lançados concursos Públicos para a contratação de 250 pessoas, entre serventes e outro tipo de pessoal de apoio para o Hospital Provincial de Maputo. Quanto ao pessoal técnico para preencher o Quadro do Novo Hospital, a interlocutora revelou que o mesmo será alocado pelo Ministério da Saúde (MISAU).

O Hospital Provincial de Maputo, com capacidade de internamento de 400 camas, vai oferecer à população todos os serviços, desde atendimento externo, Banco de socorros até as cirurgias. A infra-estrutura hospitalar contará com um laboratório para exames médicos, três salas de operações e uma morgue. De referir foi alocado um orçamento de 9.5 milhões de dólares para o hospital, dos quais sete milhões se destinam a construção e os restantes são para a aquisição e montagem do equipamento.

Dos valores disponibilizados, o Estado moçambicano comparticipou com 500 mil dólares, enquanto o Banco Árabe para o Desenvolvimento Económico de África (BADEA) financiou o projecto com quatro milhões de dólares e o Fundo dos países produtores de Petróleo para o Desenvolvimento Internacional contribui com cinco milhões de dólares. A Directora Provincial da Saúde, considera que a nova Unidade Sanitária vai permitir descongestionar os hospitais da Cidade de Maputo e oferecer melhores cuidados aos pouco mais de um milhão e duzentos mil habitantes daquela Província.

Os Hospitais Central e José Macamo, localizados na Cidade de Maputo, são, até agora, os recomendados por todos os serviços de saúde da Província de Maputo em caso de necessidade de transferência de doentes.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!