Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

“Moçambique Destino Fascinante”

“Moçambique Destino Fascinante”

Projectar a imagem de Moçambique além fronteiras tem sido o permanente objectivo do sector de Turismo, por virtude da capitalização do quanto aqui se pode desfrutar. Só que desta feita essa responsabilidade se tornou acrescida, porque o Turismo vai assumir a tarefa de levar todo o pais, na sua dimensão territorial, ao conhecimento do mundo. Eis, pois, Moçambique, “Destino Fascinante”, a marca que o Ministério do Turismo lança.

De acordo com o Ministro do Turismo, Fernando Sumbana, em declarações @verdade, a marca ora apresentada constitui valioso instrumento para apresentar as características do país num vector comercial. Não na vertente do tradicional marketing, mas num sentido mais profundo em que se dão a conhecer os aspectos fundamentais em que assenta este edifício Moçambique. Quer isto dizer que o país deve poder ser visto com todas as suas potencialidades e vantagens comparativas que oferece a quem venha de fora.

Nesta dimensão em que o país se passa a expor por esta marca, até os distritos encontram um enquadramento indispensável, quanto mais não seja porque no plano infraestrutural estes espaços territoriais já oferecem condições como destinos cómodos e seguros, à escala do essencial. Para além destas condições de acessos e acomodação, quase todos os distritos moçambicanos se ligam ao mundo pela telefonia móvel.

Portanto, nesta perspectiva de marca, segundo ainda o Ministro Sumbane, o país foi todo visitado, efectuado um levantamento das reais condições de cada local, avaliadas as potencialidades e as oportunidades de investimento que podem ser exaltadas, de acordo com as necessidades e planos de desenvolvimento específicos.

Ainda no contexto da marca “ Destino Fascinante”, o Ministério do Turismo orienta a implementação de um protocolo de medidas com as quais se entende poder dar nova dinâmica ao bom acolhimento que os moçambicanos sempre dispensaram a visitantes estrangeiros.

Concretamente, acrescenta Sumbana, “ vamos começar pelo ponto de entrada, fazendo com que os serviços de migração prestem um trabalho de excelência, espelho da simpatia do pais. Que as Forças da Lei e Ordem transmitam a qualquer cidadão estrangeiro a sensação de segurança e confiança e obter ajuda de que possa carecer. Este processo implica até uma padronização das formas mais correctas de lidar com as pessoas, por parte dos funcionários destes sectores.”

“A importância deste nosso projecto é que ele vai para lá de um teatro de quem quer parecer bem. Queremos, efectivamente, inculcar ou reinculcar nas pessoas o habito das boas maneiras, se dirigirem ao consumidor potencial ou de facto de um modo que se sinta realmente bem. Este acolhimento, já apanágio do moçambicano, só por si, permite que lacunas decorrentes de algum atraso no desenvolvimento sejam facilmente ignoradas por quem aqui vem”

Deste modo, a sensibilização sobre as boas maneiras esta a decorrer a nível nacional. Com efeito, o lançamento da marca “Moçambique Destino Fascinante” não é exactamente o inicio de uma caminhada de projecção, mas um momento em que um conjunto de acções esta em convergência. A maturação de algo que tem vindo a ganhar corpo ao longo deste exercício e que culmina com o momento em que o Turismo se torna veiculo para transportar o país ao mundo.

“De facto, podemos verificar que todas as construções que tem sido feitas para a exaltação do Pais, de frases como pérola do Indico, belo Moçambique e muitas outras sobre os encantos das gentes, paisagens, fauna flora, acabam em “ Destino Fascinante”, salientou Sumbana.

A própria gala do lançamento da marca foi este fascínio temático, de uma decoração a pais natural, as danças, os textos, o simbólico búzio que nos reconduz às nossas origens aquáticas, esta fauna que nos evoca a evolução das espécies, nesta flora que é riqueza de arregalar os olhos e justificar o permanecer sempre aqui neste “Destino Fascinante”.

A partir do mes de Abril, a Republica Federal da Alemanha abre as portas da Europa à nossa marca, no que lhe vá seguir a Grã-bretanha e outros. E a cimeira de Turismo aqui em Maputo é oportunidade impar que os investidores da área de Turismo tem para ver e mostrar ao mundo que, apesar da crise mundial ou, talvez também, com esta crise, “Moçambique é um Destino Fascinante”.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!