Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

MISAU capacita quadros para atendimento a vitimas de violência

O Ministério da Saúde moçambicano (MISAU) esta a capacitar, desde quarta-feira, em Maputo, quadros do sector em matérias de prestação de cuidados integrados às vítimas de violência com base nas necessidades específicas de cada vítima.

Reunidos num Seminário de capacitação sobre Atendimento Integrado as Vítimas de Violência, os participantes procuram habilitar quadros e técnicos de saúde de modo a “detectarem” ou suspeitar de situações de violência mesmo em cenários em que as vitimas tudo fazem para ocultar o problema. Na maioria dos casos, as vítimas da violência não participam as ocorrências, daí a necessidade de formar indivíduos habilitados em detectar este tipo de ilegalidades, segundo o director nacional para a Saúde Pública no MISAU, Mouzinho Saide, que considerou que a capacitação afigura-se de extrema importância.

“Nós devemos estar altamente capacitados para atender casos que chegam a nós, porque sabemos que as vítimas convivem no seu dia-a-dia com o agressor e tem uma certa dependência em relação a ele. Os profissionais de saúde tem de serem capacitados para saberem suspeitar mesmo que a pessoa não diga que foi vítima de violência”, disse Saide. Por seu turno, Francelina Romão, médica assessora do Ministro da Saúde para a área da violência baseada no género, acrescentou que esta formação visa mudar a maneira como os profissionais do sector lidam com as vítimas de violência.

“Com este encontro, nós gostaríamos de mudar a forma como os trabalhadores da saúde tratam as vítimas de violência. Nós quando aprendemos a tratar as vítimas olhamos mais para o trauma físico, então se fracturou o braço vamos pôr um gesso, mas a evidência mostra que onde as vítimas sentem mais dor é na alma, então ficam com a mente muito perturbada.

Então, nós temos que olhar não para o problema físico, mas também para o psicológico”, disse. O encontro, que reúne profissionais de saúde de todo o país, visa capacitar técnicos de saúde na identificação das vítimas de violência, especialmente entre as mulheres e crianças, instituir tratamento integrado garantindo os cuidados físicos, psicológicos e médico-legais, bem como aconselhar às vítimas com base na legislação existente e serviços de apoio disponíveis, registar devidamente as vítimas identificadas, encaminhá-las às instâncias correspondentes e promover a comunicação intersectorial, principalmente com a Acção Social, Polícia e ONG’s.

Participam do encontro, para além dos quadros do MISAU, representantes do Ministério da Defesa, Ministério da Justiça e algumas associações convidadas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!