Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ministro reafirma electrificação de todo o país até 2014

O Ministro moçambicano da Energia, Salvador Namburete, reafirmou a pretensão do Governo de ligar todos os 128 distritos do país à rede nacional eléctrica, até ao ano 2014, sendo que neste momento 102 distritos beneficiam já da electricidade produzida na barragem hidroeléctrica de Cahora Bassa.

“Até ao final de 2011, teremos 109 distritos ligados à rede nacional eléctrica, e em 2014, teremos a totalidade dos 128 distritos do país a beneficiarem da energia de Cahora Bassa”, disse a AIM o titular da pasta de Energia.

Em 1977 eram apenas cinco os distritos que estavam ligados à rede nacional, número que em 2004 já tinha aumentado para 58, “e nós acreditamos que vamos cumprir o nosso plano de ligar todos os distritos até 2014”.

A ligação dos distritos à rede nacional eléctrica resulta dos esforços do Governo, no contexto do seu programa visando o fornecimento de energia aos cidadãos.

“Em 2005, nós tínhamos cerca de 51 mil beneficiários de energia eléctrica a partir de painéis solares, e em 2011 temos 2,1 milhões”, realçou Salvador Namburete.

O Ministro da Energia anunciou planos para a reabilitação de centrais hídricas, destinado a aumentar a reserva de electricidade, estando previsto um investimento de cerca de 54 milhões de dólares norte-americanos para a reabilitação das centrais hídricas de Revue e Chicamba, na província central de Manica.

O distrito de Funhalouro, Norte da província de Inhambane, é um dos que poderá passar a consumir energia produzida na barragem hidroeléctrica de Cahora Bassa, a partir do presente ano, segundo uma informação da direcção provincial dos Recursos Minerais e Energia.

Entretanto, sabe-se que durante o primeiro semestre de 2011, a empresa Electricidade de Moçambique (EDM), investiu cerca de dois mil milhões de meticais (um dólar norte-americano equivale a pouco mais de 27 meticais) na expansão e melhoramento da sua rede de distribuição de corrente eléctrica.

O volume de negócios da EDM no mercado interno cresceu 11 por cento de Janeiro a Julho do corrente ano, face a igual período do ano passado (2010).

Os investimentos realizados permitiram electrificar mais sete sedes distritais e fornecer energia a mais de 67 mil novos consumidores. No primeiro trimestre do corrente ano, a exportação de energia rendeu à empresa cerca de 80 milhões de dólares em receitas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!