Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ministério Público afirma que Pistorius cometeu crime premeditado

O Ministério Público vai argumentar que o astro internacional do desporto olímpico e paralímpico Oscar Pistorius cometeu um crime premeditado ao assassinar a namorada com quatro tiros na sua casa de luxo, disseram os advogados à corte, nesta sexta-feira (15).

A polícia disse que abriu uma investigação de homicídio depois que a mulher de 30 anos foi encontrada morta na casa do atleta, que se tornou um dos maiores nomes do atletismo mundial, no complexo murado Silverlakes, nos arredores da capital sul-africana.

Pistorius, de 26 anos, e a sua namorada, a modelo Reeva Steenkamp, eram as únicas pessoas na casa no momento dos tiros, disse aos repórteres a policial Denise Beukes, acrescentando que testemunhas tinham sido inquiridas sobre o incidente no início da manhã.

“Estamos a falar com vizinhos e pessoas que escutaram coisas no início da noite e quando o tiroteio aconteceu”, disse Beukes fora do complexo residencial fortemente guardado. Antes, a polícia havia dito que uma arma de 9 mm tinha sido encontrada no local. Beukes afirmou que a polícia estava ciente de incidentes anteriores na casa de Pistorius. “Posso confirmar que houve incidentes anteriores na casa do Sr. Oscar Pistorius, de alegações de natureza doméstica”, ela disse.

“ESTAMOS TODOS DEVASTADOS”

Os colegas da modelo Steenkamp no mundo da moda estavam arrasados. “Estamos todos devastados. A família dela está em choque”, disse a agente da modelo, Sarita Tomlinson, à Reuters. “Eles tinham um bom relacionamento. Ninguém realmente sabe o que aconteceu”.

Pistorius, que nasceu sem as fíbulas nas duas pernas e corre com próteses de fibra de carbono em formato de lâminas curvas, foi o primeiro duplo amputado a disputar provas de atletismo numa Olimpíada e chegou à semifinal dos 400 metros rasos nos Jogos de Londres-2012.

Na Paralimpíada do ano passado, ele sofreu sua primeira derrota em nove anos na prova dos 200 metros. Sempre badalado pela imprensa, ele desgastou a sua imagem depois da prova ao questionar a legitimidade das próteses usadas pelo vencedor, o brasileiro Alan Oliveira. Os comentários geraram polémicas, e o sul-africano se retratou rapidamente.

A África do Sul tem uma das maiores taxas de criminalidade do mundo, e muitas pessoas possuem armas para proteger suas propriedades contra invasores. Em 2004, o jogador de rúgbi Rudi Visagie matou sua filha de 19 anos ao confundi-la com um ladrão de carro no meio da noite. Antes de a acusação de homicídio ser anunciada, a Talk Radio 702 de Johanesburgo informou que o atleta podia ter confundido Steenkamp com um assaltante.

Entrevistas recentes com Pistorius revelaram que ele mantinha várias armas em sua casa. Pistorius foi preso em 2009 por agressão, depois de bater uma porta numa mulher, e passou a noite na cadeia. Parentes e amigos disseram que foi apenas um acidente e as acusações foram retiradas.

ATLETA É SUBMETIDO A EXAMES DA POLÍCIA

Steenkamp, figurinha carimbada na cena social sul-africana, estava a namorar Pistorius há vários meses. Nas páginas sociais do jornal Sunday Independent no último fim de semana, ela descreveu Pistorius como um homem de gosto “impecável”. “Os seus presentes são sempre muito bem pensados”, disse ela.

Um de seus últimos posts no Twitter indicava que ela estava ansiosa pelo Dia dos Namorados, comemorado nesta quinta-feira em vários países. “O que você tem escondido na manga para seu amor amanhã???”, ela postou.

 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!