Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ministério da Educação anuncia criação de centros de pesquisa

O Ministério da Educação defende a transformação das Escolas Técnicas Profissional em Centros de Pesquisa Aplicada por forma a contribuir na melhoria do padrão de vida dos cidadãos, sobretudo daqueles que vivem no meio rural.

O que se pretende é que as Escolas de Formação Profissional não sejam apenas centros de aprendizagem, vincou o ministro da Educação, Zeferino Martins, quarta-feira, no decurso da 22ª Reunião Nacional dos Directorres de Escolas e Institutos, que decorre desde terça-feira na cidade portuária de Nacala-Porto. O titular da pasta da Educaçao disse que o governo vai continuar a apetrechar os laboratórios, oficinas e outras infraestruturas das escolas técnicas, cujas acções contemplam, também, o processo de introdução e consolidação do ensino à distância, para além da promoção do acesso e retenção da rapariga na educação e formação técnico-profissional, através de um sistema de incentivos que permita maior equilibrio do gênero nas mencionadas instituições.

De acordo com aquele dirigente, a reforma em curso, também inscrita no quadro do Plano Estretégico do MINED, estabelece um novo paradigma de formação que preconiza a sua adequação à demanda do trabalho, tanto formal como informal e não com base na oferta. Zeferino Marttins disse que em 2009 e no contexto da Reforma Profissional entraram em funcionamento novos cursos, baseados em padrões de competência, em Maputo, Chimoio, Pemba, direccionados às áreas da Agricultura, Agro-processamento, Hotelaria e Turismo, Administração e Manutenção Industrial. Estamos cientes que ainda não satisfazemos as nbecessidades do actual mercado do trabalho. Por isso, torna-se necessário introduzir outras novas qualificações, tais minas, construçao civil, pescas, tecnologias de informação comunicação.

 Observou a fonte. O Ministro da Educação apontou alguns indicadores para o reforço dos mecanismos de financiamento das escolas técnicas, nomeadamente o Fundo Nacional de Formação, Apoio Directo das Escolas (ADE), para além do incremento do orçamento de funcionamento interno. Dirigindo-se aos cerca de 130 participantes ao encontro, que hoje termina, o titular da pasta de Educação apelou para o maior empenho na Reforma da Educação Profissional, educando para o trabalho e desenvolvendo competências para a produção por forma a trazer mais progresso para o país.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!