Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Minimizado problema de operações marítimas

Os Caminhos de Ferro de Moçambique e a empresa moçambicana de dragagem , acabam de oferecer equipamentos de suporte e dragagem, para fazer face ao projecto de melhoramento das operações marítimas no Porto da Beira.

Trata-se das Lanchas “Chiveve” e “Piloto 2” e do Rebocador “Buzi”, que serão geridos por três embarcações responsáveis pela melhoria das operações marítimas no Porto da Beira, que será presenciado pelo ministro dos Transportes e Comunicações, Paulo Zucula.

Este reforço de meios para vigilância marítima, surge no âmbito do Projecto “Melhoria das Operações Marítimas do Porto da Beira”, financiado pelo Governo de Moçambique, em cooperação com o Governo dinamarquês, com vista a garantir a segurança e operacionalidade do Porto da Beira.

O primeiro projecto desta natureza designado “Dragagem de Emergência do Porto da Beira”, teve o seu término em Julho de 2011, e contou com um financiamento na ordem de 41 milhões de Euros.

Este segundo Projecto, “Melhoria das Operações Marítimas do Porto da Beira”, iniciado em Julho de 2011 e com término previsto para o ano 2013, está orçado em cerca de 38,2 milhões de Euros e contempla as componentes de Construção duma Draga Auto-transportadora de Sucção e Arrasto (TSHD), com capacidade de Porão de 2.500 m3, para a EMODRAGA.

Com estes equipamentos, acredita-se que estão garantidas as condições fundamentais para a melhoria das operações marítimas no Porto da Beira.

Uma vez que a Draga e a Lancha hidrográfica permitirão à EMODRAGA garantir a monitoria e a dragagem de manutenção do canal de acesso ao referido porto, num volume anual estimado em 2,5 milhões de metros cúbicos de sedimentos, incluindo os Cais de Acostagens e Bacias de Manobras.

O Rebocador e a Lancha de Pilotos possibilitarão ao CFM Centro, através dos seus Serviços Marítimos, melhorar o embarque e desembarque de Pilotos e a entrada e saída de navios através do Porto da beira.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!