Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mineiros moçambicanos transferem USD 286 milhões entre 2005 e 2009

As remessas dos trabalhadores moçambicanos nas minas da África do Sul caíram em 2,4%, entre 2006 e 2009, relativamente ao montante global enviado a Moçambique nos anteriores cinco anos.

No período em análise foram transferidos para Moçambique cerca de 286 milhões de dólares norteamericanos, o correspondente a 2105 milhões de randes, segundo o Banco de Moçambique (BM), realçando, entretanto, que do lado de recebimentos globais de remessas de trabalhadores moçambicanos não residentes no país, entre 2005 e 2009, registou-se uma melhoria de 5,4% associada ao aumento do rendimento das aplicações em títulos estrangeiros em 60,4% e aumento dos juros de depósito no estrangeiro.

Excluindo os rendimentos associados aos megaprojectos, o BM salienta ter ficado patente, em 2009, um fluxo positivo relativamente menor em 25,5% quando comparado com o registado em 2008, justificado pelos pagamentos a um número crescente de trabalhadores não residentes ao serviço das várias empresas de investimento directo estrangeiro em Moçambique.

A situação ficou a dever-se igualmente aos dividendos repatriados pelas mesmas categorias de empresas, tendo as do ramo financeiro repatriado cerca de 27,4 milhões de dólares, em 2009, representando um peso de 42%, seguidas das do ramo da indústria transformadora com um peso de 25%, o correspondente a 16,3 milhões de dólares, contra 19% de peso da área do Comércio.

Refira-se que as remessas dos mineiros serviram para pagamentos diferidos dos seus soldos mensais em Moçambique durante o gozo das férias disciplinares anuais.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!