Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Milhares de alunos do EP2 ficarão de fora na Zambézia

Dezassete mil e oitocentos e dez alunos em idade escolar do Ensino Primário do Segundo Grau (EP2), na província central da Zambézia, não poderão prosseguir os seus estudos próximo ano lectivo, por falta de vagas nos estabelecimentos daquele nível de ensino.

 

 

Francisco Graciano, porta-voz do Governo da Zambézia, disse que dos 116.272 alunos da 5ª classe que frequentaram este nível de ensino, foram graduados 100.694 e deste total apenas 17,7 por cento, ou seja 82.885 alunos e serão afectos para frequentar a 6ª classe no curso diurno.

Os distritos de Ile, Maganja da Costa, Lugela, Mopeia e Gilé são os mais críticos no diz respeito a falta de vagas para absorver os graduados, afirma Graciano citado pelo diário “Noticias”, apontando como principais causas a fraca cobertura da rede escolar e exiguidade de fundos para contratação de professores.

A província da Zambézia é a que mais efectivo escolar possui a nível nacional, contando actualmente com mais de 1,3 milhões de alunos de todos os subsistemas de ensino.

Todavia, este crescimento do efectivo debate-se com a insuficiência de infraestruturas da educação, nomeadamente salas de aulas, dinheiro para pagar salários aos professores para fazer face as necessidades de crescimento do efectivo escolar.

“As políticas públicas sociais no sector da Educação estão a falhar na Zambézia porque o problema de falta de vagas nunca foi levantado na província”, disse Graciano.

Segundo escreve este jornal, a falta de vaga poderá afectar os graduados da décima classe tendo em conta que, dos 22.635 alunos que poderão graduar, este ano, apenas 12.005 terão afectação para frequentar o ensino secretário-geral do segundo ciclo e o ensino médio técnico-profissional no ensino público, ficando de fora 10.630 alunos.

Para mitigar o impacto negativo da falta de vagas o Governo provincial diz que a absorção dos alunos graduados da 10ª classe irá obedecer a alguns requisitos (melhor aproveitamento e idade) e a outra alternativa será a promoção do ensino à distância para os alunos das 8ª e 9ª classes.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!