Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Meteorito que atingiu lua produziu clarão mais brilhante registrado até agora

Um meteorito de 1,5 metro de diâmetro espatifou-se contra a Lua em setembro, produzindo o mais brilhante lampejo de luz visto até agora da Terra, disseram astrónomos nesta semana. Objetos de tamanho semelhante caem na Terra diariamente, embora a maioria seja destruída assim que entra na atmosfera do planeta.

Segundo a Nasa, cerca de 100 toneladas de material do espaço entram na atmosfera terrestre todos os dias. A lua, sem atmosfera que a proteja, é alvo fácil de impacto de corpos celestiais.

As evidências espalham-se por sua superfície cheia de crateras e os choques ocasionalmente são registrados por câmeras da Terra. Esse foi o caso em 11 de setembro de 2013, quando dois telescópios na Espanha, que estavam automaticamente buscando impactos lunares de meteoritos, descobriram uma preciosidade com o clarão mais longo e brilhante jamais observado antes na lua, segundo os cientistas.

“Naquele momento compreendi que eu tinha visto um evento raro e extraordinário”, disse o astrônomo José Madiedo, da Universidade de Huelva, na Espanha, em um comunicado.

Em geral, os clarões de luz produzidos por impactos de meteoritos na lua duram somente uma fração de segundo. O lampejo de setembro foi quase tão brilhante como Polaris, a Estrela do Norte, e a luminosidade posterior durou outros oito segundos, conforme mostram imagens de vídeo gravadas por Madiedo.

“Qualquer pessoa na Terra que foi sortuda a ponto de estar olhando para a lua naquele momento pôde ver”, disse a Sociedade Real Astronômica do Reino Unido, em um boletim à imprensa.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!