Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Membro da Polícia baleia colega em Lichinga

Um agente da Polícia da República de Moçambique (PRM) contraiu fermentos em consequência de um disparo efectuado pelo seu colega, durante o trabalho, na cidade de Lichinga, província do Niassa.

A vítima, cuja identidade não foi revelada pela corporação, e afecta ao sector de recursos naturais e ambiente, estava internada no Hospital Provincial de Lichinga (HPL) e já teve alta médica.

As autoridades policiais não forneceram detalhes sobre a ocorrência, mas disseram que o disparo foi acidental, devido à inobservância das normas de manuseamento de armas de fogo.

O @Verdade apurou que o autor do disparo foi alvo de uma sanção, acusado de negligência na conservação do instrumento bélico que estava em sua posse, e porque tal podia ter custado a vida do seu colega.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!