Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Médicos em greve esta segunda-feira em Moçambique

É irreversível. Contra a advertência do Governo, de que os médicos da República de Moçambique não têm direito à greve, os médicos do Sistema Nacional de Saúde vão, a partir das 7 horas desta segunda-feira (07), observar uma greve à escala nacional.

A mesma que havia sido cancelada a 17 de Dezembro passado mediante o compromisso de satisfação das preocupações dos médicos relativos ao salário justo, estatuto e habitação.

A Associação dos Médicos de Moçambique reafirmou, em Conferência de Imprensa neste Domingo(6), que o salário básico de 18 mil meticais, contra os 20 mil exigidos, proposto pelo Governo a 03 de Janeiro corrente, é uma ofensa para quem diariamente se expõe ao risco cuidando da saúde dos moçambicanos.

Aliás, os médicos pedem desculpas aos compatriotas pela paralisação de alguns seviços de saúde esta segunda-feira, mas a greve não mais pode ser adiada. É único recurso para pressionar o Executivo a ceder às suas exigências de um salário justo.

Entretanto, o Governo considera que à luz do Estatuto Geral dos Funcionários e Agentes dos Estado, os médicos não podem convocar uma greve. Por isso é ilegal, sobretudo quando analisada nos termos dos artigos 76 e 77 da Lei 14/2009 do mesmo estatuto.

Para os médicos, a ilegalidade da referida greve está na mente de quem não quer resolver as suas preocupações.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!