Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

MDM denuncia tentativa de inviabilizar trabalho de Daviz Simango em Gaza

O Movimento Democrático de Moçambique (MDM), um partido da oposição recém-criado no país, convocou esta segunda-feira, em Maputo, a imprensa para denunciar a alegada tentativa de inviabilizar a visita do seu líder e candidato às presidenciais, Daviz Simango, à província meridional de Gaza.

A conferência de imprensa foi orientada pelo Porta-voz deste partido, José Manuel de Sousa, que, na ocasião, disse que quando o seu Presidente chegou à ponte de Xai-Xai deparou com um grupo de jovens aparentemente embriagados que tentaram impedi-lo de prosseguir a sua viagem.

Segundo Sousa, tais indivíduos são membros e simpatizantes da Frelimo, partido no poder, que goza de uma simpatia e popularidade absolutas na província de Gaza. Tais indivíduos faziam-se transportar em viaturas “da marca KIA com a chapa de matrícula MLI 76-39 pertencente ao Município de Xai-Xai, Mitsubishi MMF 21-00 e um Tata MLZ 93-25, ambas pertencentes ao partido Frelimo”. “Membros e simpatizantes da Frelimo têm estado a usar meios do Estado para inviabilizar o trabalho de Daviz Simango, nosso candidato às Presidenciais de 28 de Outubro próximo.

Estes jovens, alcoolizados, financiados por alguém, concentraram-se em Xai-Xai para telinforma 25.08.09 pag.5 inviabilizarem o projecto da visita de Daviz Simango”, revelou. Face a esta situação, Sousa pede a intervenção das autoridades policiais que têm a missão de velar pela segurança dos cidadãos. “Nós pedimos e apelamos a intervenção de quem de direito. Nós não queremos sangue.

Que as autoridades tomem a peito esta situação e assumam a defesa do cidadão para que possa fazer o seu trabalho sob protecção”, sublinhou. Sousa salientou que Daviz Simango esteve a visitar a cidade e província de Maputo, entre a Sexta-feira e Domingo, últimos, tendo contado com um forte aparato policial, tal como ocorre com outros cidadãos. Na mesma conferência de imprensa, o porta-voz do MDM revelou que a sua sede em Xai-Xai foi vandalisada por cidadãos desconhecidos, que na calada da noite atiraram uma botija de gás aberta e atearam fogo.

O MDM apresentou uma queixa na Primeira Esquadra de Xai-Xai contra cidadãos desconhecidos e a polícia está a fazer diligências no sentido de identificar os autores deste acto. “Esta é uma manifestação clara de que alguém estará a criar vandalismo que em nada engrandece a democracia que está a crescer no país. Mais uma vez solicitamos a polícia para criar condições efectivas para proteger os cidadãos”, apelou.

Sousa disse que há uma equipa a trabalhar no terreno para verificar os danos causados pelo fogo posto, mas já avança que não houve mortos e nem feridos. A visita de Davis Simango à província de Gaza ocorre logo após escalar a cidade e Província de Maputo, num périplo que o levará a percorrer todo o país. O objectivo deste périplo pelo país é manter contacto interpessoal com os moçambicanos para conhecer as suas dificuldades, bem como apresentar o MDM. Sousa referiu que o percurso de Daviz Simango pelo país deverá terminar poucos dias antes do início da campanha eleitoral, 13 de Setembro próximo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!