Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mau tratamento do lixo hospitalar desassossega os residentes do bairro de Napipine

Os residentes do bairro de Napipine, arredores da cidade de Nampula, estão preocupados com o descuido indiscriminado com que o lixo hospitalar do Centro de Saúde Mãos Dadas de Napipine é tratado, sobretudo na hora de ser incinerado.

Naquela unidade sanitária não existem aparelhos próprios para a incineração, por isso, o lixo tem sido queimado ao relento e o fumo espalha-se para as residências da população que vive nas imediações.

Nas proximidades do Centro de Saúde Mãos Dadas de Napipine há igualmente uma escola primária, secundária, creche e um campus da Universidade Pedagógica, delegação de Nampula, cuja distância de separação é de 30 metros.

A nossa Reportagem apurou que a inalação do fumo expelido localmente está a causar problemas de respiração e constipação em certas crianças. Alguns pais e encarregados de educação cujos filhos frequentam a creche, separada do centro de saúde por uma parede, ponderam transferir os seus educandos caso a situação persista.

Carlito Lithine, secretário do bairro de Napipine, afirmou que o lixo em causa é incinerado descuidadamente todos os dias e em qualquer período do dia. Suspeita que os problemas respiratórios de que os seus dois filhos se queixam nos últimos dias sejam originados pelo mesmo problema.

Importa referir que este problema acontece igualmente no Hospital Central de Nampula, onde o fumo afecta as enfermarias, as moradias nas suas proximidades, o Instituto de Ciências de Saúde, dentre outros locais.


 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!