Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Matola adquire meios para recolha de lixo

O Conselho Municipal da Matola está a trabalhar no processo de aquisição de meios para a recolha de lixo, via “leasing”, como forma de tentar mitigar o problema que a edilidade, localizada na província de Maputo, enfrenta na recolha de resíduos sólidos.

O facto foi anunciado, quinta-feira, pelo presidente da edilidade, Arão Nhancale, no decurso dos trabalhos da XI Sessão Ordinária da Assembleia Municipal, que hoje termina.

Na ocasião, Nhancale adiantou que o Conselho Municipal da Matola (CMM) já possui uma autorização do Ministério das Finanças para o efeito.

A sessão tinha como principais pontos da sua agenda analisar o grau do cumprimento das tarefas por parte de edilidade, aprovar a revisão do orçamento do CMM- 2011, aprovar a proposta de atribuição de subsídios aos titulares e membros dos órgãos autárquicos, bem como aprovar a revisão do orçamento da Assembleia Municipal.

Face as limitações que o município actualmente enfrenta, explicou Nhancale, a edilidade estabeleceu um programa quinzenal para a recolha de resíduos sólidos como forma de atenuar a problemática de lixo acumulado nos diferentes distritos municipais.

Contudo, pretende-se que a recolha de lixo passe a ser diário. “A recolha quinzenal não e’ fraqueza, mas uma forma que encontramos para atenuar a acumulacao de lixo nos diferentes bairros da urbe. Isto deve-se aos elevados custos que a remoção diária representa. Quando tivermos capacidade suficiente faremos a recolha diária”, disse Nhancale.

Nos mercados, segundo o edil da Matola, a recolha e’ também feita mediante um calendário, tendo em conta que em nenhum momento um mercado fica sem lixo.

Por isso, a edilidade milita-se a garantir a remoção dos resíduos sólidos. Para garantir a manutenção da higiene nos mercados, segundo Nhancale, foram lançados concursos públicos que determinaram a adjudicação de obras de construção de sanitários públicos nestes locais de grande concentração de pessoas.

A edilidade também está a trabalhar no sentido de garantir protecção para os trabalhadores do sector de salubridade através da aquisição de equipamento adequado, entre os quais constam luvas e máscaras.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!